Imprensa livre e independente
13 de julho de 2019, 09h41

Aos 95 anos, morre a mãe da ex-presidenta Dilma Rousseff

Dilma Jane enfrentava problemas de saúde que se acumulavam, de embolia pulmonar a um AVC isquêmico transitório

Foto: Arquivo de Família
Faleceu na manhã deste sábado (13), em Belo Horizonte, Dilma Jane, mãe da ex-presidente Dilma Rousseff. Aos 95 anos, Dilma Jane enfrentava problemas de saúde que se acumulavam, de embolia pulmonar a um AVC isquêmico transitório. A ex-presidenta Dilma Rousseff está em Londres no momento. Nascida em 1924, Dilma Jane foi casada com o imigrante búlgaro Pétar Russév que era funcionário da siderúrgica Manesmann, quando Dilma Jane era professora. A família fixou-se em Belo Horizonte e a morte do pai impediu Dilma de fazer uma festa de début em sociedade aos 15 anos. Dilma Jane sofria de problemas de saúde...

Faleceu na manhã deste sábado (13), em Belo Horizonte, Dilma Jane, mãe da ex-presidente Dilma Rousseff. Aos 95 anos, Dilma Jane enfrentava problemas de saúde que se acumulavam, de embolia pulmonar a um AVC isquêmico transitório.

A ex-presidenta Dilma Rousseff está em Londres no momento.

Nascida em 1924, Dilma Jane foi casada com o imigrante búlgaro Pétar Russév que era funcionário da siderúrgica Manesmann, quando Dilma Jane era professora. A família fixou-se em Belo Horizonte e a morte do pai impediu Dilma de fazer uma festa de début em sociedade aos 15 anos.

Dilma Jane sofria de problemas de saúde já há alguns anos e nem sequer soube do impeachment da filha, em 2016. Ela morou com a filha no Palácio da Alvorada, residência oficial em Brasília, desde 2011, quando Dilma assumiu a Presidência da República.

Em 2015, teve um ataque isquêmico transitório, que é como um sinal de alerta do corpo de que um Acidente Vascular Cerebral (AVC) pode ocorrer. Quando o paciente sofre esse problema, é porque uma artéria que leva sangue para o cérebro entope. Entre os sintomas, semelhantes aos do AVC, estão fraqueza em um dos braços ou uma das pernas, dormência em um lado do corpo, fala enrolada ou perda repentina da visão de um dos olhos.

Veja também:  Em nota, PT se solidariza com Dilma e lembra luta da mãe nos cárceres da Ditadura

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum