Imprensa livre e independente
14 de junho de 2019, 22h08

VAZA JATO: Moro mandou procuradores atacarem defesa de Lula após depoimento de caso triplex

Em mais um vazamento divulgado pelo The Intercep, o ex-juiz Sérgio Moro aparece coordenando as ações do Ministério Público Federal. Nos novos trechos, o atual ministro da Justiça manda procuradores soltarem nota à imprensa contrariando depoimento dado pelo ex-presidente Lula

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Em mais um vazamento do The Intercept Brasil, o juiz Sérgio Moro aparece coordenando as ações do Ministério Público Federal. Nos novos trechos divulgados, Moro manda os procuradores emitirem nota à imprensa atacando depoimento dado pelo ex-presidente Lula. No dia 10 de maio de 2017, dia do primeiro depoimento de Lula no processo em que ele era acusado, Moro enviou uma mensagem ao procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Lava Jato perguntando “o que achou?”. Disponibilizado em vídeo, o embate entre o então juiz e Lula era o assunto do dia no país. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o...

Em mais um vazamento do The Intercept Brasil, o juiz Sérgio Moro aparece coordenando as ações do Ministério Público Federal. Nos novos trechos divulgados, Moro manda os procuradores emitirem nota à imprensa atacando depoimento dado pelo ex-presidente Lula.

No dia 10 de maio de 2017, dia do primeiro depoimento de Lula no processo em que ele era acusado, Moro enviou uma mensagem ao procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Lava Jato perguntando “o que achou?”. Disponibilizado em vídeo, o embate entre o então juiz e Lula era o assunto do dia no país.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Santos Lima – 22:10 – Achei que ficou muito bom. Ele começou polarizando conosco, o que me deixou tranquilo. Ele cometeu muitas pequenas contradições e deixou de responder muita coisa, o que não é bem compreendido pela população. Você ter começado com o Triplex desmontou um pouco ele.
Moro – 22:11 – A comunicação é complicada pois a imprensa não é muito atenta a detalhes
Moro – 22:11 – E alguns esperam algo conclusivo

Em seguida, sugeriu que os procuradores dessem um posicionamento à imprensa criticando o “showzinho da defesa”.

Veja também:  Presidente do PSB diz que votos que contrariam resolução do partido são ‘balbúrdia partidária’

Moro – 22:12 – Talvez vcs devessem amanhã editar uma nota esclarecendo as contradições do depoimento com o resto das provas ou com o depoimento anterior dele
Moro – 22:13 – Por que a Defesa já fez o showzinho dela.
Santos Lima – 22:13 – Podemos fazer. Vou conversar com o pessoal.
Santos Lima – 22:16 – Não estarei aqui amanhã. Mas o mais importante foi frustrar a ideia de que ele conseguiria transformar tudo em uma perseguição sua.

O pedido de um pronunciamento à imprensa surpreendeu até mesmo os assessores de Santos Lima, que queria seguir a orientação de Moro. Outros procuradores também questionaram a medida. Dallagnol, que não havia se manifestado, entrou em campo após ser alertado por Santos Lima que Moro havia conduzido a ação.

Após a nota ter sido solta, Dallagnol ainda deu satisfação ao juiz:

Deltan – 22:16:26 – Informo ainda que avaliamos desde ontem, ao longo de todo o dia, e entendemos, de modo unânime e com a ascom, que a imprensa estava cobrindo bem contradições e que nos manifestarmos sobre elas poderia ser pior. Passamos algumas relevantes para jornalistas. Decidimos fazer nota só sobre informação falsa, informando que nos manifestaremos sobre outras contradições nas alegações finais.

Para ver o conteúdo completo, acesse a reportagem do The Intercept Brasil.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum