Imprensa livre e independente
26 de maio de 2019, 17h27

VÍDEO: Manifestantes pró-Bolsonaro arrancam faixa em defesa da educação na UFPR

Ação dos bolsonaristas de Curitiba faz parte da política de violência difundida por Jair Bolsonaro e seu ministro da Educação, Abraham Weintraub

Foto: Eduardo Matysiak/Futura Press
Um ato violento e arbitrário marcou a manifestação pró-Bolsonaro, neste domingo (26), em Curitiba, Paraná. Apoiadores do governo de extrema direita arrancaram uma faixa em defesa da educação, que estava exposta na fachada da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A denúncia foi efetuada pelo reitor da instituição, Ricardo Fonseca. “Neste exato momento manifestantes retiraram, com muitos aplausos, uma faixa no Prédio Histórico da UFPR em que estava escrito: ‘Em defesa da educação’. Inacreditável”, disse Fonseca, via Twitter. A ação dos bolsonaristas de Curitiba faz parte da política de violência difundida por Jair Bolsonaro e seu ministro da Educação, Abraham Weintraub....

Um ato violento e arbitrário marcou a manifestação pró-Bolsonaro, neste domingo (26), em Curitiba, Paraná. Apoiadores do governo de extrema direita arrancaram uma faixa em defesa da educação, que estava exposta na fachada da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A denúncia foi efetuada pelo reitor da instituição, Ricardo Fonseca. “Neste exato momento manifestantes retiraram, com muitos aplausos, uma faixa no Prédio Histórico da UFPR em que estava escrito: ‘Em defesa da educação’. Inacreditável”, disse Fonseca, via Twitter.

A ação dos bolsonaristas de Curitiba faz parte da política de violência difundida por Jair Bolsonaro e seu ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Veja também:  Líder chinês exclui Bolsonaro de reunião e dá indício de fim do BRICS

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum