Brasil chega aos 400 mil mortos por Covid e Bolsonaro brinca de “esconde-esconde” com CoronaVac

Nesta quinta-feira (29), o Brasil deve ultrapassar os 400 mil mortos pela Covid-19 - acumulando 100 mil vítimas fatais desde o dia 24 de março, quando o país chegou aos 300 mil óbitos pela doença

Com a ocupação voltada totalmente à CPI do Genocídio, que pode resultar em um processo amplo e custar o próprio mandato, Jair Bolsonaro ignora a pandemia da Covid-19 e as medidas que possibilitariam o Brasil a deixar a triste marca dos mais de 3 mil mortos por dia.

Nesta quinta-feira (29), o Brasil deve ultrapassar os 400 mil mortos pela Covid-19 – acumulando 100 mil vítimas fatais desde o dia 24 de março, quando o país chegou aos 300 mil óbitos pela doença.

Enquanto isso, o Ministério da Saúde, comandado por Marcelo Queiroga, afirmou nesta quarta-feira (28) ter encontrado 100 mil doses da vacina CoronaVac, da Sinovac/Butantan, em seus estoques.

No Planalto, Bolsonaro se ocupa de convocar médicos e “especialistas” pró-cloroquina e contra o lockdown para justificar o genocídio dos milhares de brasileiros e, assim, salvar a própria pele.

Fique por dentro das principais notícias que nortearão o jornalismo político nesta quinta-feira no Fórum Café.

Apresenação: Plínio Teodoro

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.