CHILE enterra constituição da DITADURA PINOCHET

Depois da Bolívia, os chilenos foram às urnas para reescrever a história.Mais de 14 milhões de pessoas participaram do plebiscito realizado neste domingo e, com ampla maioria dos votos, enterraram de vez a Constituição de 1980, criada durante a ditadura militar de Augusto Pinochet. Com 99,66% das urnas apuradas, 78,28% responderam querer a criação de […]

Depois da Bolívia, os chilenos foram às urnas para reescrever a história.
Mais de 14 milhões de pessoas participaram do plebiscito realizado neste domingo e, com ampla maioria dos votos, enterraram de vez a Constituição de 1980, criada durante a ditadura militar de Augusto Pinochet.

Com 99,66% das urnas apuradas, 78,28% responderam querer a criação de uma nova Constituição, contra 21,72% que votaram pela manutenção da atual.

Sobre o modelo para a elaboração da nova carta magna, 79,07% dos chilenos apontam por uma convenção constituinte exclusiva com delegados eleitos pelo voto popular. A outra opção, que até a última contagem tem 20,93% dos votos, prevê modelo misto com constituintes e parlamentares eleitos.

Resposta aos protestos que explodiram no país no ano passado, o plebiscito teve a maior participação eleitoral da história chilena.

O correspondente da Fórum Rogério Tomaz Jr. traz outras informações sobre a Constituição que chilenos rejeitaram no plebiscito histórico deste domingo.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.