Com André Mendonça no STF, Bolsonaro tenta se blindar da prisão após Presidência

Bolsonaro sabe dos crimes que comete de forma recorrente no comando da República, que podem levá-lo à cadeia assim que deixar a Presidência e ser abandonado por grande parte daqueles que o adulam no poder

Ao cravar o nome de André Mendonça para a vaga aberta com a aposentadoria de Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal (STF), Jair Bolsonaro tenta garantir a própria liberdade após deixar a Presidência.

Bolsonaro sabe dos crimes que comete de forma recorrente no comando da República, que podem levá-lo à cadeia assim que deixar a Presidência e ser abandonado por grande parte daqueles que o adulam no poder.

No entanto, mais que à Justiça brasileira, Bolsonaro pode responder por crimes contra a humanidade no Tribunal Penal Internacional, em Haia. Ao menos é esse um dos prováveis desdobramentos que deve constar no relatório da CPI do Genocídio.

O Fórum Café recebe nesta quarta-feira (7) o líder do PT no Congresso, deputado Elvino Bohn Gass (RS), que fala sobre a tentativa do governo de tratorar a privatização dos Correios, da CPI da Rachadinha e dos pedidos de impeachment que se acumulam na casa.

Apresentação: Plínio Teodoro

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR