Neonazismo no Planalto: Neta de ministro de Hitler é recebida por Bolsonaro

Ao levar uma neonazista assumida para dentro do Planalto, Bolsonaro mostra que não tem limites para levar adiante seu projeto autoritário e criminoso de poder

Se haviam dúvidas sobre a inspiração de muitas das ideias que rondam a extrema-direita e, consequentemente, o governo Jair Bolsonaro (Sem partido), já não há mais.

Ao ser recebida no Palácio do Planalto em encontro fora da agenda oficial, a deputada alemã Beatrix von Storch, líder do partido extremista AfD (Alternativa para a Alemanha), neta do ministro de Finanças do regime genocida de Adolf Hitler, mostra para onde Bolsonaro aponta.

Não é a primeira vez que o governo e o próprio Jair Bolsonaro mostram inclinação às ideias nazistas sobre os mais diferentes aspectos.

Ao levar uma neonazista assumida para dentro do Planalto, Bolsonaro mostra que não tem limites para levar adiante seu projeto autoritário e criminoso de poder.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.