Vídeo sem provas esvazia atos por voto impresso e Bolsonaro retoma discurso golpista

Após ficar mais de duas horas ao vivo na live em que não apresentou provas sobre fraude nas eleições no Brasil, Jair Bolsonaro retomou o discurso golpista neste domingo (1º) repetindo a ladinha que “sem eleições limpas e democráticas, não haverá eleição”. Bolsonaro deu a cartada na tentativa de insuflar os atos medíocres, que teve […]

Após ficar mais de duas horas ao vivo na live em que não apresentou provas sobre fraude nas eleições no Brasil, Jair Bolsonaro retomou o discurso golpista neste domingo (1º) repetindo a ladinha que “sem eleições limpas e democráticas, não haverá eleição”.

Bolsonaro deu a cartada na tentativa de insuflar os atos medíocres, que teve a presença apenas dos apoiadores radicais nas cidades onde ocorreram os eventos.

No entanto, o presidente mudou seu vocabulário, agora dizendo que há “indícios” e não “provas”, como se referia antes, às fraudes nas urnas eletrônicas.

Ao mesmo tempo em que prega transparência em “eleições limpas e democráticas”, Bolsonaro impôs sigilo de 100 no acesso às informações de visitas do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ao Palácio do Planalto – uma medida que foi considerada “canalhice” até por velhos aliados da caserna, como o general Paulo Chagas.

Acompanhe as principais notícias desta segunda-feira (2) no Fórum Café.

Apresentação: Plínio Teodoro

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR