Imprensa livre e independente
19 de setembro de 2018, 08h03

Viralizam tuites de Rita Lee de 2011: “Bolsonaro e eu tivemos um caso. Ele não era muito chegado na coisa”

Vários tuites da cantora debochando do presidenciável foram resgatados e viralizam nas redes

Rita Lee. Foto: Divulgação
Internautas recuperaram, na noite desta terça-feira (18), tuites da cantora e compositora Rita Lee de 2011 onde ela debocha do presidenciável Jair Bolsonaro. Segundo Rita, ela teve um caso com o capitão, mas “ele não era muito chegado na coisa, se é que me entendem”. Bolsonaro e eu tivemos um caso. Ele ñ era mto chegado na coisa, se é q me entendem. Terminamos pq Bolsinho tava d olho num colega d classe — Rita Lee (@LitaRee_real) 17 de maio de 2011 “Bolsonaro e eu tivemos um caso. Ele ñ era mto chegado na coisa, se é q me entendem....

Internautas recuperaram, na noite desta terça-feira (18), tuites da cantora e compositora Rita Lee de 2011 onde ela debocha do presidenciável Jair Bolsonaro. Segundo Rita, ela teve um caso com o capitão, mas “ele não era muito chegado na coisa, se é que me entendem”.

“Bolsonaro e eu tivemos um caso. Ele ñ era mto chegado na coisa, se é q me entendem. Terminamos pq Bolsinho tava d olho num colega d classe.”

 

O tuite é seguido por vários outros, onde a cantora faz diversas insinuações contra o então deputado:

“Hj Bolsonaro vira a cara p mim. Deve temer q eu conte ao mundo seus segredos + íntimos. Se continuar nesse nhén nhén nhén eu conto mesmo”

“Unzinho só. No internato o apelido d Bolsonaro era Santinha: o coroínha preferido de 9 entre 10 padres.
Vou negar tudo no tribunal!”

“Não tenho preconceito, eu odeio todo mundo igualmente. Ass Bolsonaro”

“Vcs têm razāo, pau d negāo em Bolsinho ñ será castigo, ele prazer…entāo amarra o bambi e faz oq?”

Veja também:  Leandro Demori reafirma Reinaldo Azevedo: “Sigilo das mensagens é absoluto”

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum