Imprensa livre e independente
25 de maio de 2017, 15h49

Vítima de arma de fogo no protesto de Brasília respira por aparelhos

Sabe-se agora que o homem atingido por munição letal é um manifestante. Ele está sedado na unidade de terapia intensiva em um hospital do Distrito Federal. Policias militares foram flagrados abrindo fogo próximo ao local em que o manifestante foi socorrido Por Redação  O homem que foi atingido por um tiro de arma de fogo na manifestação contra Temer e as reformas do governo nesta quarta-feira (24) em Brasília está sedado no Hospital de Base e, de acordo com boletim médico divulgado nesta quinta-feira (25), respira com a ajuda de aparelhos. Ele foi atingido no maxilar e a bala se...

Sabe-se agora que o homem atingido por munição letal é um manifestante. Ele está sedado na unidade de terapia intensiva em um hospital do Distrito Federal. Policias militares foram flagrados abrindo fogo próximo ao local em que o manifestante foi socorrido

Por Redação 

O homem que foi atingido por um tiro de arma de fogo na manifestação contra Temer e as reformas do governo nesta quarta-feira (24) em Brasília está sedado no Hospital de Base e, de acordo com boletim médico divulgado nesta quinta-feira (25), respira com a ajuda de aparelhos. Ele foi atingido no maxilar e a bala se alojou junta à artéria carótida, e os médicos acharam arriscado remover o projétil. A vítima do disparo não teve o nome divulgado, mas sabe-se que ele não é de Brasília e que estava na cidade para participar do protesto.

A principal suspeita é que o homem tenha sido vítima de um disparo executado por um policial militar. Isso por que próximo ao local onde o manifestante foi socorrido, dois agentes da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foram flagrados efetuando tiros com arma de fogo.

Veja também:  STJ nega liminar para libertação de Preta e Sidney Ferreira

O comando da PMDF se limitou a dizer, em entrevista coletiva na quarta-feira, que abriu inquérito para investigar a conduta dos policiais. Tirando esse episódio, o comando elogiou a ação da PM, que disparou bombas de gás, tiros de bala de borracha e spray de pimenta contra os manifestantes. Cerca de 49 pessoas ficaram feridas e ao menos duas permanecem internadas em estado grave. Uma delas foi vítima de um tiro de bala de borracha no olho.

 

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum