Imprensa livre e independente
16 de maio de 2018, 10h46

Wadih Damous: “Moro lembra o caipira que Mazzaropi interpretava no cinema”

Deputado do PT-RJ fez duras críticas ao juiz pela foto em que ele aparece sorridente ao lado do ex-prefeito de São Paulo e pré-candidato a governador pelo PSDB, João Doria

Foto: Luís Macedo/Câmara dos Deputados Wadih Damous, deputado federal (PT-RJ), não poupou críticas ao juiz Sergio Moro, pela foto em que ele aparece sorrindo junto a João Doria (PSDB), ex-prefeito de São Paulo e pré-candidato a governador. Moro e o ex-prefeito de Nova Iorque, Michael Bloomberg, receberam o prêmio “Person of the Year Awards”, concedido pelo Museu de História Natural da cidade. O juiz e Doria vão participar também na cidade, nesta quarta-feira (16), de um evento da Lide, empesa de lobby empresarial que era de Doria e foi repassada a seus filhos quando ele assumiu a prefeitura de São...

Foto: Luís Macedo/Câmara dos Deputados

Wadih Damous, deputado federal (PT-RJ), não poupou críticas ao juiz Sergio Moro, pela foto em que ele aparece sorrindo junto a João Doria (PSDB), ex-prefeito de São Paulo e pré-candidato a governador. Moro e o ex-prefeito de Nova Iorque, Michael Bloomberg, receberam o prêmio “Person of the Year Awards”, concedido pelo Museu de História Natural da cidade. O juiz e Doria vão participar também na cidade, nesta quarta-feira (16), de um evento da Lide, empesa de lobby empresarial que era de Doria e foi repassada a seus filhos quando ele assumiu a prefeitura de São Paulo.

“A cara de deslumbramento e de subserviência de Moro diante de seus patrões americanos em Nova York é de causar engulhos. Não é à toa que foi escrachado na porta. Fascista e entreguista. Na foto, Moro lembra o caipira que Mazzaropi interpretava no cinema”, postou Damous, em seu Twitter.

Veja também:  Vaza Jato: Moro diz que reportagem da Folha é "sensacionalismo", em novo ataque à imprensa

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum