Por Marcelo Hailer
Arte: Guilherme Almeida
Fotos: Divulgação

10 motivos para ver Euphoria 

Euphoria é uma série produzida pela HBO MAX e estreou em 2019. Por conta da pandemia, as gravações foram adiadas e só agora ela retorna. De longe, é o retorno mais aguardado

A série acompanha as desventuras de Rue, que vive saídas e entradas de clínicas de reabilitação 

O primeiro motivo é a atuação deslumbrante de Zendaya no papel de Rue, que lhe rendeu um Emmy de melhor atriz. Ela é a atriz negra mais jovem na história dos EUA a receber o prêmio

A personagem Jules é o segundo motivo: aqui o roteiro não trata a transexualidade como um "problema" ou “a questão”. Jules simplesmente vivencia a sua sexualidade e tenta lidar com os seus dramas e cuidar de Rue

Um dos personagens mais interessantes é Nate, atleta e galã da trama, que vive uma profunda crise com a sua masculinidade

Euphoria quer discutir as "normalidades". O roteiro faz um mergulho profundo na heterossexualidade compulsória

A epidemia dos opiáceos nos EUA é outra razão para você assistir, abordada não de maneira moralista, pois o problema da sociedade estadunidense não são as drogas, mas a solidão e o individualismo 

Ponto alto de Euphoria é a direção de Sam Levinson que cria a partir de uma fotografia singular um clima onde todos estão sob efeito de alguma substância

A trilha sonora é outro show à parte. As músicas não estão ali acidentalmente, cada uma delas compõe a estética da obra

A sexualidade confiscada pela família tradicional e o silêncio sobre ela é outro assunto desenvolvido na trama: todos estão eufóricos, pelo uso de substâncias ou pelo corpo que lhe é permitido tocar 

O nu frontal masculino. Euphoria causou furor quando estreou e as pessoas perceberam que, assim como o corpo das mulheres, os dos homens também são gravados de frente e nus

E a principal razão é que a segunda temporada estreia no dia 9 de janeiro e você pode aproveitar para maratonar e conhecer esta aclamada série da HBO

Veja outras matérias em 
revistaforum.com.br