Imprensa livre e independente
22 de maio de 2019, 14h09

Witzel coloca no currículo “doutorado em Harvard” e é desmentido; assessoria diz que ele tinha “intenção”

Assessoria de Witzel diz que informação constava no documento proque ele tinha a intenção de estudar na universidade estadunidense quando ainda era juiz federal, mas o objetivo nunca foi à frente

Wilson Witzel mente no curriculo na plataforma Lattes (Reprodução)
Ex-juiz federal, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), mentiu em seu currículo na plataforma Lattes dizendo que teria feito parte da pós-graduação em “judicialização da política” que ele cumpre na Universidade Federal Fluminense (UFF) na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. A UFF informou ao jornalista Renan Rodrigues, do jornal O Globo, nesta quarta-feira (22), que Witzel sequer manifestou interesse em participar da seleção para o programa, que acontece no campus de Cambridge, no estado de Massachusetts, nos EUA. É preciso se candidatar e passar por pelo crivo da universidade para obter a bolsa, que é financiada...

Ex-juiz federal, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), mentiu em seu currículo na plataforma Lattes dizendo que teria feito parte da pós-graduação em “judicialização da política” que ele cumpre na Universidade Federal Fluminense (UFF) na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

A UFF informou ao jornalista Renan Rodrigues, do jornal O Globo, nesta quarta-feira (22), que Witzel sequer manifestou interesse em participar da seleção para o programa, que acontece no campus de Cambridge, no estado de Massachusetts, nos EUA. É preciso se candidatar e passar por pelo crivo da universidade para obter a bolsa, que é financiada pelo governo brasileiro.

Ao repórter, Witzel confirmou que não estudou em Harvard. A informação, segundo a sua assessoria de imprensa, constava na plataforma Lattes porque o governador tinha a intenção de estudar na universidade estadunidense durante um ano quando ainda era juiz federal, mas o objetivo nunca foi à frente.

Leia a reportagem completa

Veja também:  Padilha pede explicações a Moro sobre militar ter entrado em avião de percursora de presidente com 39 kg de cocaína

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum