Imprensa livre e independente
22 de fevereiro de 2019, 16h47

YouTube desmonetiza vídeos de Nando Moura por propagação de ódio e fake news

"Ele está surtadíssimo", disse Felipe Neto após a reação do youtuber bolsonarista Nando Moura ao constatar que a plataforma estava retirando as publicidades de seus vídeos

Reprodução/YouTube
Nos últimos dias, o YouTube vem trabalhando em uma força-tarefa para acabar com articulações de uma rede de pedofilia dentro da plataforma e para desmonetizar – isto é, retirar as publicidades e, consequentemente, a receita – vídeos de canais que propagam discurso de ódio e fake news. Um dos alvos da ofensiva do YouTube é o músico bolsonarista Nando Moura. Felipe Neto, considerado o maior youtuber do Brasil, explicou através de seu Twitter a iniciativa da plataforma de vídeos. “É pra aplaudir de pé a iniciativa do Youtube em remover os anúncios de canais q propagam o ódio e fake...

Nos últimos dias, o YouTube vem trabalhando em uma força-tarefa para acabar com articulações de uma rede de pedofilia dentro da plataforma e para desmonetizar – isto é, retirar as publicidades e, consequentemente, a receita – vídeos de canais que propagam discurso de ódio e fake news. Um dos alvos da ofensiva do YouTube é o músico bolsonarista Nando Moura.

Felipe Neto, considerado o maior youtuber do Brasil, explicou através de seu Twitter a iniciativa da plataforma de vídeos. “É pra aplaudir de pé a iniciativa do Youtube em remover os anúncios de canais q propagam o ódio e fake news. O Youtube já tinha avisado q isso seria feito ano passado, desligando anúncios em canais q falam coisas bolóides como ‘Terra plana’ e ‘nazismo de esquerda’. Dentro dessa leva de canais perdendo totalmente a monetização, entrou o canal do Nando Moura! Famoso pelos discursos de profundo ódio e violência, preconceito e MUITA fake news”, tuitou.

Nando Moura é um dos youtubers preferidos de Jair Bolsonaro. O presidente já chegou, inclusive, a “recomendar” Moura quando fez uma lista de canais para seus apoiadores seguirem.

Veja também:  Torcedora do Inter que agrediu mãe e filho gremistas diz que "foi um ato impulsivo"

O músico bolsonarista, que também ganha dinheiro vendendo um “curso” de “educação financeira”, mostrou-se visivelmente abalado com a iniciativa da plataforma, que ele chama de “censura”. Nesta quinta-feira (21), publicou o vídeo “YouTube pare de censurar meus vídeos”. Já nesta sexta-feira (22), postou um novo vídeo intitulado “SLIME recheado de Nutella”. Neste, Nando Moura aparece imitando um youtuber teeen, como forma de “protesto”.

“Ele tá SURTADÍSSIMO gritando desesperado no canal dele e isso é absolutamente maravilhoso de assistir com pipoca”, provocou Felipe Neto.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum