Imprensa livre e independente
19 de agosto de 2017, 15h14

Zé Celso revela oferta de “propina” feita por Silvio Santos

Segundo o dramaturgo, o dono do SBT fez uma proposta de R$ 5 milhões para que ele desistisse de uma disputa em torno de um terreno Da Redação Zé Celso, do Teatro Oficina, denunciou nesta sexta-feira (18) ter recebido uma oferta do apresentador Silvio Santos. Segundo relato do dramaturgo – publicado da coluna de Mônica Bergamo, da Folha – o dono do SBT teria oferecido R$ 5 milhões para que ele desistisse de uma disputa em torno de um terreno ao lado do imóvel. Para o diretor de teatro, a proposta foi “uma espécie de propina” e afirmou que não...

Segundo o dramaturgo, o dono do SBT fez uma proposta de R$ 5 milhões para que ele desistisse de uma disputa em torno de um terreno

Da Redação

Zé Celso, do Teatro Oficina, denunciou nesta sexta-feira (18) ter recebido uma oferta do apresentador Silvio Santos. Segundo relato do dramaturgo – publicado da coluna de Mônica Bergamo, da Folha – o dono do SBT teria oferecido R$ 5 milhões para que ele desistisse de uma disputa em torno de um terreno ao lado do imóvel.

Para o diretor de teatro, a proposta foi “uma espécie de propina” e afirmou que não está “à venda”. “Ele me ligou e disse: ‘Andei pensando uma coisa. Se eu te desse R$ 5 milhões, você desistiria?’. Eu falei: ‘Claro que não! Aí ele desligou e cada um foi para um lado”, contou.

Esta área pertence ao apresentador e é objeto de uma disputa há 37 anos. Silvio pretende construir um empreendimento no local, enquanto Zé Celso diz que esta obra “encaixotaria” o edifício do Oficina, projetado por Lina Bo Bardi e tombado desde 2010.

Veja também:  Família de Dallagnol possui latifúndios no Mato Grosso; Incra pagou R$ 36,9 milhões pelas terras

A questão foi discutida em reunião, na última quinta (17), entre os dois, o vereador Eduardo Suplicy e o prefeito João Doria. Ainda segundo Zé Celso, o apresentador não demonstrou nenhum interesse durante o encontro. “Ele não ouviu nada da reunião. O pessoal da equipe dele só ria, debochava da gente”, declarou. Ainda teria dito ao dramaturgo: “Deixa de ser artista, deixa de ser sonhador”.

*com informações da coluna de Mônica Bergamo
Foto: SECOM

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum