Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de março de 2019, 17h12

CCJ decide não votar convocação de Guedes para explicar reforma da Previdência

Ministro faltou à audiência nesta terça-feira, alegando ausência de definição do relator para a proposta da Previdência; Guedes, agora, é esperado para falar aos deputados na semana que vem, o que atrasa ainda mais a tramitação da matéria

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), deputado Felipe Francischini (PSL-PR), anunciou um acordo para que não fosse votada na tarde desta terça-feira (26) a convocação do ministro Paulo Guedes. Após reunião de líderes, Francischini disse que a comissão vai ouvir Guedes sobre a proposta de reforma da Previdência Social na próxima quarta (3). Com a decisão, a tramitação da reforma atrasa em, pelo menos, mais uma semana.

Guedes cancelou sua vinda hoje à comissão. O ministro disse, em nota, que espera a designação de um relator para a proposta antes de vir conversar com os parlamentares da CCJ.

O líder da oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), disse: “O parlamento não aceitaria a chantagem de que o ministro só viria aqui após escolhido o relator”. O presidente da comissão disse que participou da reunião, mas que a relatoria é uma decisão que cabe a ele.

Diante da decisão de Guedes, a oposição protestou e propôs a convocação do ministro. Neste caso, Guedes seria obrigado a comparecer a uma sessão da CCJ, em data a ser agendada, sob pena de cometer crime de responsabilidade.

Reforma da Previdência

Enviada em fevereiro à Câmara, a reforma está na primeira etapa da tramitação. É na CCJ que os deputados analisarão se a proposta do governo Jair Bolsonaro está de acordo com a Constituição.

Se aprovada, ela seguirá para uma comissão especial, responsável por analisar o mérito (conteúdo) do texto. Em seguida, a proposta será votada no plenário da Câmara, onde precisará dos votos de pelo menos 308 dos 513 deputados, em dois turnos de votação.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum