sexta-feira, 25 set 2020
Publicidade

Global

Deputado argentino renuncia após ser flagrado beijando seios da namorada em sessão da Câmara

Juan Ameri fazia parte da base de apoio de Alberto Fernández, e, além do escândalo, ainda foi alvo de nova acusação: mulheres do seu partido contaram que ele oferecia cargos na direção regional em troca de favores sexuais
Publicidade

Perto do primeiro milhão de mortes na pandemia, OMS declara que segundo milhão também é “provável”

Segundo Mike Ryan, diretor do Programa de Emergências de Saúde, “até que tenhamos um grau de imunização contra o coronavírus em todos os países, infelizmente, é bem possível que os números atuais possam ser duplicados”

Cardeal que condenou embargo dos EUA à Cuba tem renuncia misteriosa no Vaticano

Após atuar como núncio apostólico - uma espécie de embaixador - do Vaticano em Angola e Cuba, sendo elogiado por Raúl Castro...

Trump coloca legitimidade do processo eleitoral dos EUA sob risco, por Heloisa Villela

O que preocupa quem olha para frente se depara com grupos armados, fanáticos, que com apenas uma palavra de Trump se sentirão roubados

Na ONU, papa diz que pandemia é oportunidade para renovar “arquitetura financeira internacional”

Em discurso gravado transmitido na Assembleia-Geral da ONU, Francisco criticou a "ganância das empresas" e a violação dos direitos fundamentais

Ataque com faca deixa ao menos quatro feridos em rua próxima ao jornal Charlie Hebdo, em Paris

Dezenas de policiais estão à caça do autor do atentado, que seria um homem ainda não identificado. Al-Qaeda lançou apelos para ataque a jornal satírico após republicação de charges de Maomé

Deputado argentino toca e beija os seios de mulher em plena sessão virtual da Câmara

Kirchnerista Juan Emilio Ameri foi suspenso e poderia ser até expulso do parlamento. O parlamentar alega que pensava que a conexão havia caído e que sua câmera não estava transmitindo. “Foi apenas um beijo em uma teta”, disse

Vídeo: Trump é fortemente vaiado em funeral de juíza da Suprema Corte

Além dos apupos, o presidente estadunidense também escutou o coro “votemos para tirá-lo”, de um grupo de centenas de manifestantes, em Washington

Pesquisa de Harvard indica grande vantagem de Biden sobre Trump entre jovens: 60% x 27%

A medição é realizada pelo Instituto de Políticas de Harvard em todos os anos eleitorais, e também indica que 63% dos jovens disseram que “certamente” irão vota, o que poderia levar a uma participação recorde

Maduro participa de reunião oficial com o Secretário Geral da ONU

Conversa entre o presidente venezuelano e o diplomata português António Guterres aconteceu por videoconferência e teve como principal tema a criação de um fundo especial para comprar medicamentos e alimentos a países necessitados

TikTok admite ter excluído vídeos LGBT a pedido do governo da Rússia

Perguntado no Parlamento britânico se obedece leis de “regimes homofóbicos”, executivo da plataforma disse que “precisa cumprir solicitações” dos países em que opera

Trump recusa compromisso com transição pacífica em caso de derrota na eleição

Republicano voltou a lançar dúvidas sobre o sistema de votação pelo correio, mais utilizado neste ano devido a pandemia de coronavírus, e indicou que pode não aceitar resultado

Justiça do Equador ordena prisão “imediata” do ex-presidente Rafael Correa

Sentença busca barrar candidatura a vice em fevereiro de 2021 e proíbe de ocupar cargos obtidos em eleição

Vídeo: milícia de apoio a Trump aterroriza manifestantes antirracismo nos EUA

Com bonés da campanha do presidente, roupas militares e rifles de alto calibre, grupo de extrema-direita atacou protestos em Louisville, no Kentucky, onde jovem negra foi morta pela polícia

Em discurso na ONU, Maduro afirma que “guerra da Venezuela é para derrotar o bloqueio dos EUA”

Também disse estar “comprometido a promover os direitos humanos e as liberdades das pessoas”, e convidou organismos internacionais a observarem as eleições legislativas do país, em dezembro

Eleitores de Trump planejam “machucar pessoas” para colocar culpa em antifascistas

Reportagem do The Guardian mostra chats do movimento Coalizão de Patriotas onde se fala até em assassinatos políticos, e em “lealdade com os Estados Unidos e o presidente Trump”