quinta-feira, 24 set 2020
Publicidade

Damares ignora apelo de deputados para se manifestar sobre fuzilamento de músico

Durante audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados na tarde desta quarta-feira (10), a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, ignorou questionamentos de parlamentares que cobraram uma posição do Ministério sobre o assassinato de um músico no Rio de Janeiro no último domingo em uma ação desastrada envolvendo militares do Exército.

Assim como Damares, o presidente Jair Bolsonaro também não se manifestou. Na audiência pública a ministra frisou que a prioridade do governo é outra: em seu discurso a ministra focou em ataques à esquerda e criticou a composição de conselhos com participação da sociedade.

Os militares desferiram 80 disparos contra o carro de uma família que estava a caminho de um chá de bebê. Estavam no veículo pai, mãe, uma criança de 7 anos, o sogro e uma mulher. Evaldo dos Santos Rosa, o pai, que era músico e segurança, morreu na hora. Nesta quarta-feira a justiça decidiu decretar a prisão preventiva de 9 dos 11 envolvidos no assassinato.

George Marques
George Marques
Jornalista e Relações Públicas pela Faculdade JK de Brasília. É também especialista em comunicação pública e comunicação política no legislativo, tendo já sido indicado ao Prêmio Comunique-se de Jornalismo Político. Já trabalhou na cobertura de política para o site The Intercept Brasil e Metrópoles. É colunista da Fórum.