Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

28 de junho de 2019, 10h02

Glenn cria suspense sobre novas publicações ao comentar “desespero” em nota do Estadão

Editor do Intercept desmente nota do Estadão, em que o jornal diz "que o pior já passou". "Vamos esperar até o final do dia - hoje - e depois me dizer se o que o @Estadao publicou aqui hoje é verdade ou não", tuitou Glenn

Moro e Glenn Greenwald (Montagem)

O jornalista e editor do The Intercept Brasil, Glenn Greenwald, rebateu nesta sexta-feira (28) uma nota do Estadão em que o jornal diz “o pior já passou”, em relação aos conteúdo vazados pelo site. “De todos os dias para afirmar isso, hoje é o pior dia possível para eles”, afirmou o jornalista.

Sem acesso a nada do conteúdo, a nota do Estadão revela uma característica presente nos últimos tempos no jornalismo brasileiro: a especulação.

“O desespero aqui é triste. Vamos esperar até o final do dia – hoje – e depois me dizer se o que o @Estadao publicou aqui hoje é verdade ou não. Eu acho que a resposta será bem clara”, disse Glenn.

A nota do Estadão diz que “A versão de integrantes da inteligência do governo dá conta de que já se esgotou o arsenal do The Intercept contra Moro. Os próximos capítulos seriam sobre conversas entre Deltan Dallagnol e outros procuradores”.

Greenwald ainda criticou a confusão que o jornal faz entre “desejos e esperanças”. “E obviamente, eles não têm ideia do que temos, então por que fingir?”, questionou.

De acordo com o jornalista, até o final do dia, novas revelações deixarão de sobressalto a área de “inteligência” do governo. A conferir.

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum