Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

26 de fevereiro de 2019, 12h59

Oposição apresenta pedido de improbidade contra ministro da Educação Ricardo Vélez

Para líderes da oposição no Congresso ministro da Educação Ricardo Vélez cometeu improbidade ao usar publicidade oficial para promover slogan de campanha

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O ministro da Educação, Ricardo Vélez, será denunciado na tarde desta terça-feira (26) ao Ministério Público Federal pelo crime de improbidade administrativa por ter se utilizado de comunicação institucional, publicidade oficial e recursos públicos para promover slogan de campanha eleitoral. A denúncia ainda aponta que o ministro tentou induzir as instituições de ensino a captarem, sem as devidas autorizações dos responsáveis legais, imagens de crianças e adolescentes fazendo propaganda partidária para o governo nas escolas.

Segundo o líder da oposição na Câmara dos Deputados, Alessandro Molon (PSB-RJ), a conduta do ministro viola o direito de imagem de crianças.

“É uma afronta à lei que o ministro da Educação queira usar escolas, crianças e adolescentes para fazer propaganda partidária para o Presidente da República, repetindo o slogan da campanha eleitoral do mesmo. Não bastasse isso, ainda quer se aproveitar do cargo para solicitar gravações em vídeo de crianças e adolescentes.”

Além de Molon assina a peça os líderes Tadeu Alencar (PSB),  Ivan Valente (PSOL), Joenia Wapichana (Rede), além dos vice-líderes da oposição Henrique Fontana (PT), Gervazio Maia (PSB) e Patrus Ananias (PT).

Veja também:  “As mulheres da nossa terra voltarão a ter o respeito e carinho que merecem”, diz Lula em carta a Margaridas

Confira a íntegra da representação aqui. 

 

 

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum