Tragédias, catástrofes…

Mouzar Banedito traz hoje uma coletânea de notórias tragédias e suas circunstâncias.

Uma tragédia nunca vem só, diz um velho ditado. Eu me lembrei dele há quase um ano, quando apareceu a Covid-19. “Não bastava o governo Bolsonaro?”, perguntei.

Pois é, antes das eleições para presidente da gringolândia, fiquei ruminando se a tragédia de lá persistiria e continuaria alimentando a daqui. Ufa! Alívio. Não aconteceu! Não que Joe Biden seja uma maravilha, mas a tragédia Trump, inspiradora de várias tragédias mundo afora, inclusive no Brasil, não foi reeleita.

Mas e aqui? Os protagonistas da tragédia brasileira seriam mantidos nas urnas, nas eleições municipais? O tema tragédia ficou rodeando a minha mente.

Não sei se o resultado das eleições aqui merece comemoração. O primeiro turno poderia ser melhor, e vem o segundo turno aí. Mas muita gente acha que pelo menos a catástrofe maior foi evitada. Segundo muita gente, “tragédicos” (aí vai um neologismo) não tiveram o sucesso que esperavam. 

De qualquer maneira, fiquei ruminando sobre as palavras tragédia e catástrofe. E para não me limitar a questões eleitorais, coletei umas frases sobre elas, com ampla variedade. Aí vão elas:

Platão: “Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz”.

***

Atribuído a Stalin (alguns autores dizem que ele nunca falou isso): “A morte de uma pessoa é uma tragédia; a de milhões, uma estatística”.

***

Dorothy Parker: “Não são as tragédias que nos matam, são as confusões”.

***

Henry Becque: “O dilúvio foi um fracasso: ficou um homem”.

***

Aldous Huxley: “Uma tragédia é algo de que se participa; a uma comédia apenas assistimos”.

***

Mário Quintana: “Não, a pior tragédia não é a que tomba inesperada, rápida, definitiva e única como um raio e que pode ser atribuída a castigo divino… Mas a que se arrasta quotidianamente, surdamente, monótona como a chuva miudinha”.

***

Clarice Lispector: “A tragédia – que é a aventura maior – nunca se realiza em mim. Só o meu destino pessoal era o que eu conhecia. E o que eu queria”.

***

Christa Schyboll: “Heróis sem tragédia são como livros sem palavras”.

***

Scott Fitzgerald: “Mostre-me um herói e eu escreverei uma tragédia”.

***

Viana Moog: “Tragédia sem incesto é drama”.

***

Mark Twain: “Eu sofri muitas catástrofes na minha vida, a maioria nunca aconteceu”.

***

Barão de Itararé: “O casamento é uma tragédia em dois atos: um civil e um religioso”.

***

Oscar Wilde: “As nossas tragédias são sempre uma profunda banalidade para os outros”.

***

Oscar Wilde, de novo: “A verdadeira tragédia do pobre é que só pode aspirar a renúncia. Os belos pecados, como as coisas belas, são privilégios de ricos”.

***

Oscar Wilde, mais uma vez: “Toda mulher acaba por ficar igual à sua própria mãe. Essa é sua tragédia. Nenhum homem fica igual à sua própria mãe. Essa é sua tragédia”.

***

José Saramago: “Nossa maior tragédia é não saber o que fazer com a vida”.

***

Horace Walpole: “A vida é uma comédia para os que pensam e uma tragédia para os que sentem”.

***

Charles Chaplin: “A vida é uma tragédia quando vista de perto, mas uma comédia quando vista de longe”.

***

Harry Emerson Fosdick: “Um homem sábio pode considerar a vida uma comédia, uma tragédia ou uma farsa, e ainda assim gozá-la”.

***

Karl Marx: “A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa”.

***

Pablo Picasso: “A tragédia quando somos famosos é que se tem de dedicar tanto tempo a ser famoso”.

***

Jean Cocteau: “Para um poeta a maior tragédia é se o admiram porque não o entendem”.

***

Walter Benjamim: “Que as coisas continuem como antes, eis a catástrofe”.

***

Simone de Beauvoir: “É horrível assistir a agonia de uma esperança”.

***

Simone de Beauvoir, de novo: “A morte parece menos terrível quando se está cansado”.

***

Theodore Roosevelt: “A morte é sempre e em todas as circunstâncias uma tragédia, pois, se não o é, quer dizer que a própria vida passou a ser tragédia”.

***

Mário Sérgio Cortella: “A tragédia não é quando um homem morre. A tragédia é o que morre dentro de um homem quando ele está vivo”.

***

Nelson Rodrigues: “A morte de um velho amigo é uma catástrofe na memória. Todas as nossas relações com o passado ficam alteradas”.

***

Christian Morgenstern: “O que é um ser humano? A tragédia de Deus”.

***

Nietzsche: “A invenção da moral cristã foi um acontecimento sem precedente, uma verdadeira catástrofe”.

***

Dostoievski: “A tragédia e a sátira são irmãs e estão sempre de acordo; consideradas ao mesmo tempo recebem o nome de verdade”

***

Francisco de Bastos Cordeiro: “Morrer é um ato tão natural quanto nascer – a grande tragédia é viver”.

***

Benjamin Franklin: “A tragédia da vida é que ficamos velhos cedo demais. E sábios, tarde demais”.

***

Rubem Alves: “A beleza não elimina a tragédia, mas a torna suportável”.

***

Guimarães Rosa: “Sempre vem imprevisível o abominoso? Ou: os tempos se seguem e parafraseiam-se. Deu-se a entrada dos demônios”.

***

Albert Camus: “O bacilo da peste não morre nem desaparece nunca, pode ficar dezenas de anos adormecido (…). Espera pacientemente (…). E chega talvez o dia em que, para desgraça e ensinamento dos homens, a peste acorda os ratos e os manda morrer numa cidade feliz”.

***

Nelson Mandela: “Estou convencido de que dilúvios de desastre pessoal nunca podem afogar um revolucionário determinado, nem o cúmulo da miséria que acompanha a tragédia o sufocará”.

***

Tragédia contada pelo Barão de Itararé: “Um cavalheiro, em Niterói, desgostoso com a esposa, deu três tiros no chapéu dela. O diabo é que, no momento, a esposa estava com o chapéu na cabeça”.

Avatar de Mouzar Benedito

Mouzar Benedito

Mineiro de Nova Resende, é geógrafo, jornalista e também sócio fundador da Sociedade dos Observadores de Saci (Sosaci).