Blog do Rovai

No rastro do óleo do Nordeste
08 de março de 2016, 19h33

Jantar de Lula e Dilma define nome do novo ministro da Justiça

No governo, como no entorno de Lula, os dois nomes mais citados para ocupar o cargo são os dos deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Wadi Damus (PT-RJ

O governo já trabalha com a hipótese de que o Supremo Tribunal Federal (STF) vá vetar que um procurador ocupe função no executivo o que inviabilizará que o baiano Wellington César Lima e Silva se torne ministro da Justiça.

O ex-presidente Lula está indo a Brasília para entre outras coisas debater uma solução para o caso de a votação do STF resultar neste impedimento.

A posição do governo seria a de não abrir mais uma frente de batalhar e operar de forma rápida a substituição de Wellington por outro nome.

Em outro momento, Lula já defendeu o nome do peemedebista Nélson Jobim para o cargo. Mas a presidenta Dilma não teve boa relação com o gaúcho no seu primeiro governo e teria vetado-o.

No governo, como no entorno de Lula, os dois nomes mais citados para ocupar o cargo são os dos deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Wadi Damus (PT-RJ).

Lula aprova a ambos e o jantar de hoje deve definir a parada.

Além disso, a reunião deve servir para ajustar uma estratégia de resistência para o governo. Que na avaliação de Lula passa por Dilma ter uma relação mais ativa e próxima com os movimentos sociais.

A Lava Jato, evidentemente, também estará no cardápio.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum