Blog do Rovai: Vacina brasileira do Butantan recoloca Doria na disputa presidencial

Com a ButanVac na mão, Dória terá um discurso nacional e poderá convencer banqueiros, empresários e o establishment em geral, incluindo a Globo, que ele é o melhor nome pra superar o que eles chamam de polarização

O governador de São Paulo, João Doria, parecia ter perdido o caminho que o levaria a ser o candidato do dito centro (que a gente sabe ser a direita liberal) para presidência em 2022. Hoje, com o anúncio de que até julho 40 milhões de doses de uma vacina genuinamente brasileira podem estar à disposição do país, ele se recoloca no páreo.

Doria faz uma gestão bem meia-boca em São Paulo, sem marcas e sem novidades. Ao mesmo tempo brigou com seu padrinho político. Sim, foi o Bolsodoria que o elegeu a governador e não Geraldo Alckimin. Sua avaliação nas pesquisas também por conta desses dois fatores é ruim no estado. Se a eleição fosse hoje, provavelmente ele nem se reelegeria governador.

Mas, não é a reeleição que Doria mira. É o Planalto. E se ele terá uma disputa regional difícil, porque não arriscar voos mais altos mesmo que o desafio também seja duro.

Caso não se eleja presidente, Doria sabe que se fizer uma boa votação pode se tornar um candidato forte desta mesma direita liberal para 2026, quando Bolsonaro e Lula (os dois) provavelmente estarão foram do páreo. Se Bolsonaro foi reeleito, não poderá mais disputar o cargo e Lula já terá 80 anos. Se Lula ganhar, Bolsonaro se tornará um político menor (como sempre foi) e Lula provavelmente não disputará a reeleição.

Com a vacina na mão, Dória terá um discurso nacional e poderá convencer banqueiros, empresários e o establishment em geral, incluindo a Globo, que ele é o melhor nome pra superar o que eles chamam de polarização.

O projeto Doria ressurgiu hoje. Até julho pode se tornar mais forte. Será o momento certo, quando se colocará a necessidade de discutir quem será a alternativa a Lula e Bolsonaro. Doria voltou ao jogo.

Avatar de Renato Rovai

Renato Rovai

Jornalista, mestre em Comunicação pela ECA/USP e doutor pela UFABC. Mantém o Blog do Rovai. É editor da Fórum.

Você pode estar junto nesta luta.

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR