Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de Maio de 2011, 13h56

A repressão policial à Marcha da Maconha em São Paulo, alguma surpresa?

Ontem entrevistava juntamente com outros blogueiros o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, aqui o vídeo da coletiva. Durante a entrevista recebi pelo twitter várias denúncias da repressão policial à marcha da maconha.

Os twitteiros estavam indignados com a violenta repressão policial. Temos sempre que nos indignar com a repressão às manifestações pacíficas, um direito em uma democracia.

O Jornalista Leandro Fortes comentou em seu facebook ao postar o vídeo que trago pra cá: “Foi em São Paulo, e será sempre, até o eleitor paulista tomar vergonha na cara e se livrar da Opus Dei. Mas poderia ser em todo o Brasil, se a Frente Anti-Aborto tivesse ganho a eleição.” (via facebook)

O @bolaearte escreveu seu relato sobre a repressão à Marcha, informando inclusive que devido à proibição os manifestantes mudaram o foco da manifestação para uma Marcha pela livre expressão

Mas me pergunto: afora a manifestação da #gentediferenciada a polícia militar de São Paulo deixou de reprimir alguma manifestação pacífica?

Policiais Civis, Professores, Passe Livre, Trabalhadores no Primeiro de Maio, vítimas da enchente, estudantes da USP, TODAS, sem exceção foram violentamente reprimidas: spray de pimenta, uso de gás lacrimogênio, cacetetes, balas de borracha são de uso comum e corriqueiro da polícia militar em São Paulo, sob comando dos governadores (antes Serra, hoje Alckmin) e absolutamente nada acontece com eles.

Se não temos um Ministério Público em São Paulo que seja capaz de barrar a criminosa privatização dos Hospitais públicos como o HC que nunca tem consulta pelo SUS, mas se for para pagar 450,00 a  700,00 numa consulta tem para o dia seguinte, quem nos defenderá do abuso desses governantes autoritários?

Se em São Paulo é permitido espancar, atirar, queimar com nocivas substâncias químicas professores, negros, estudantes, policiais civis, vítimas de enchente, trabalhadores em seu único dia, o 1º de maio, imagine o que a polícia não faz diante de uma marcha que luta pela liberalização da maconha? Me admira de não terem usado balas de chumbo, se usassem e matassem haveria ainda aqueles que aplaudiriam a polícia e certamente defenderiam a repressão.

__________
Publicidade
//


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum