Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
30 de julho de 2008, 20h29

Aborto versus 'pró-vida' na visão de G. Carlin e de Fátima de Oliveira

Fátima Oliveira é médica da área de bioética com um currículo invejável, (conheçam um pouquinho dele lendo os comentários e ouvindo Fátima no Vi o mundo de outro querido).

Ela também é minha amiga querida.
Temos um montão de coisas em comum: os interesses pela luta contra o racismo, pela discriminalização do aborto e outras questões da negritude, do feminismo, da democratização e claro, a literatura.

Quando nos encontramos recentemente dei-lhe um exemplar de minha coleção e levei as provas da coleção para os pequenos e ela me presenteou com o seu livro A hora de Angelus.

“Uma jovem estudante de medicina envolve-se com um padre e vai descortinando o submundo da Igreja Católica: amores, abortos e abandonos praticados sob os olhos do clero romano.
Esse é o fio que conduz o romance A hora de Angelus, Editora: Mazza Edições, 2005 da médica Fátima de Oliveira, 54, secretária-executiva da Rede Feminista de Saúde(…) Em suas 135 páginas, o romance apresenta uma narrativa crua de como os padres se desvencilham das gravidezes de mulheres com as quais se envolvem e de como a Igreja Católica permite que os filhos indesejados sejam renegados e abandonados.” Cláudia Collucci, Folha de São Paulo.
A hora de Angelus foi minha companhia nos dias que antecederam a malfadada cirurgia, cujo dano anestésico me levou a uti.
Agora, em recuperação física e do susto, estou procurando ver coisas divertidas (por favor afastem-me de tristezas). É neste contexto que entra o vídeo do Carlin. Peço desculpas, pois este vídeo está sem o som da voz do Carlin, as versões legendadas com a voz do comediante foram eliminadas do yuotube.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=PGuLWXLv0s4]
Não gosto de tudo do George Carlin, mas sem dúvida seu humor que não poupa um único tema tabu foi uma das coisas mais irônicas, inteligentes e divertidas que se produziu em termo de comédia sem os chavões costumeiros. Carlin morreu recentemente, um dia depois de eu ter vivenciado algo muito especial com alguém muito especial e, igualmente, ácido e divertido.

Neste vídeo abaixo ele fala dos estadunidenses que eufemisticamente se auto-intitulam ‘pró-vida’ em sua luta para criminalizarem o aborto. Ao ver as boas tiradas que Carlin faz do discurso incoerente e autoritário dos ultraconservadores estadunidenses, lembrei-me imediatamente da médica protagonista do romance de Fátima.

Quando lerem A hora de Angelus que indico a leitura, entenderão. Fátima também tem um humor invejável.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum