Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
01 de junho de 2010, 19h57

E na blogosfera Israel é motivo de piada…

Há várias maneiras de se lidar com a brutalidade, a irracionalidade, o uso da força desmedida da operação militar israelense contra a Flotilha da Liberdade — a pequena frota de seis barcos com ativistas humanitários de mais de 60 países — , atacada por militares israelenses que tomaram as embarcações de ajuda humanitária à Gaza feito ninjas.

O mundo todo protestou em atos de repúdios nas ruas das principais cidades do mundo;  por meio de entrevistas na tv; em artigos e/ou editoriais de jornais; em notas oficiais como a do Itamaraty no Brasil ou na voz da alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay.

Ontem, 31/05, nas redes sociais como o twitter houve picos de 60 posts por segundo com a tag #flotilla que ocupou o Trending Topics todo o dia de ontem e se mantém hoje, algo raro em uma era de informações fugazes e de notícias tornadas mercadorias de consumo descartável.

Quanto mais lemos sobre a operação militar israelense contra civis em ação humanitária que vitimou mortalmente dez ativistas, feriu mais de trinta, prendeu e ainda ameaça deportar os demais tripulantes da flotilha da liberdade, mais nos indignamos.

Talvez seja por isso que este blog resolveu dar informação com uma dose de humor.

Ao vermos as fotos da carga ‘perigosa’ transportada pelos barcos de ajuda humanitária torna-se ainda mais e mais patética a ação de Israel.

Infelizmente não podemos rir da piada de mau gosto que se tornou o governo de Israel movido pela irracionalidade do fundamentalismo sionista, pelos interesses imperialistas. A operação militar mais uma vez feriu o Direito Internacional, ceifou vidas e continua a matar aos poucos os palestinos de Gaza.

Continuemos, portanto, com os protestos para exigir dos nossos países que rompam relações com Israel enquanto este Estado matar de fome e de humilhação os palestinos e atirar para matar em águas internacionais ativistas humanitários que insistem em dizer não à loucura dos fundamentalistas sionistas.

Antes de descobrir o conteúdo da “carga perigosa”, fique com o bom humor dos comentaristas do blog e de um usuário do twitter:

Veja também os dois comentários selecionados de leitores após ver o conteúdo do ‘carregamento perigoso’ ou o post de um usuário do twitter que brinca com a mesma informação:

“Everyone know that PikaChu can emit bursts of electical energy from his cheeks, which may be considered a threat to national security.” (Chu)

Tradução: Todos sabem que o PikaChu pode emitir cargas elétricas de suas bochechas, que podem ser consideradas uma questão de segurança nacional.

“Exactly, we must also remember that Pikachu can evolve into a more powerful form, Riachu. Raichu is capable of storing over 100,000 volts of electricity in its Islamo-facscist cheeks!! Holocaust! Anti-Semitism!Bagels!” (Olive)

Tradução: Exatamente, devemos também lembrar que o Pikachu pode evoluir para uma forma mais poderosa, Riachu. Raichu é capaz de armazenar mais de 100 mil volts de eletricidade em suas bochechas islamo-fascistas! Holocausto! Anti-semitismo! Bagels!

Israel piada

Segundo este usuário bem-humorado, Israel se apropriou dos brinquedos trazidos pela flotilha humanitária para evitar que eles pudessem dar apoio emocional ao Hamás.

Agora, vejam a ‘carga perigosa’ dos barcos tomados de assalto pelos ninjas israelenses. As fotos foram reproduzidas do blog Mondoweiss.net, escrito originalmente em inglês.

Mistério resolvido: o conteúdo do carregamento da flotilha é revelado!

by Adam Horowitz on June 1, 2010

flotilla1
Brinquedos, incluindo uma pequena bolsa em forma de Pikachu, uma das personagens do desenho animado Pokemon

flotilla4
Livros e cadernos
flotilla3
Cadeiras de roda e camas hospitalares
flotilla2
Medicamentos


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum