Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

Fórumcast, o podcast da Fórum
07 de setembro de 2012, 14h13

Serra – Protagonista da Privataria tucana-, apoiado por réu do ‘mensalão’, usa ‘mensalão’ contra PT em horário eleitoral

Serra olhe seu próprio rabo!

Além da cara de pau, o protagonista da Privataria Tucana – José Serra- mostra seu completo desespero ao usar contra Haddad o julgamento da AP470 no STF, vulgo ‘mensalão’.

Serra é apoiado por Valdemar Costa Neto, do PR, um dos réus da AP470, o ‘mensalão’, acusado de receber R$ 8 milhões do valerioduto. Valdemar teve como  testemunha de acusação a ex-mulher.

Serra também se esqueceu do ‘mensalão mineiro’, mais antigo que o ‘mensalão petista’ e que já está em mãos de Joaquim Barbosa.

Serra não se lembrou que é citado na CPI Cachoeira e que Paulo Preto, aquele que disse ‘que não se abandona amigo ferido na estrada’  e Serra afirmou não conhecer, já foi depor.

Serra está desmemoriado? Não. Serra não apenas acha que nós eleitores paulistanos somos idiotas, ele tem certeza.

A cara de pau de Serra foi tão grande que até seu jornal oficial, a Folha Serrista, teve de dar a notícia.

 

Apoiado por réu, Serra usa mensalão contra o PT em horário eleitoral

Folha 

07/09/2012

No programa eleitoral desta sexta-feira (7), o candidato a prefeito de São Paulo José Serra (PSDB) usou pela primeira vez na TV o julgamento do mensalão para atacar o candidato Fernando Haddad (PT).

“Não adianta dizer que faz o bem, fazendo o mal”, disse o candidato, em referência às melhorias promovidas pelo governo federal que Haddad usa em sua campanha.

“Eu digo isso por que o STF (Supremo Tribunal Federal) está julgando agora o mensalão, mandando para cadeia um jeito maléfico, nefasto de fazer política”, atacou.

Apesar de usar o episódio, Serra é apoiado pelo PR, partido do deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP), réu no mensalão.

Nome: Valdemar Costa Neto

Nascimento: 11 de Agosto de 1949 (63 anos)

Perfil: Era deputado federal pelo PL quando o caso do mensalão veio à tona. Renunciou ao mandato para evitar a cassação em 2005. Articulou a fusão do PL com o Prona para criar o PR, foi eleito de novo para a Câmara em 2006 e reelegeu-se em 2010.

Acusação: O Ministério Público diz que ele recebeu R$ 8,8 milhões do valerioduto e usou uma empresa fantasma, a Guaranhuns, para disfarçar a origem do dinheiro. Teria negociado com o PT um acordo para obter os recursos em troca do apoio do PL ao governo no Congresso.

Defesa: Diz que o dinheiro era para pagar dívidas da campanha eleitoral de 2002, e não para comprar votos no Congresso. Afirma que, por orientação do PT, contratou um empréstimo com a Guaranhuns para antecipar o recebimento do dinheiro que mais tarde seria repassado pelo valerioduto.

Crimes de que é acusado: formação de quadrilha,lavagem ou ocultação de dinheiro e corrupção passiva

Leia também:

Fala Marcos Valério, fala!

Privataria Tucana é finalista do Prêmio Jabuti

Estudantes fazem panfletagem do jornal sobre a privataria tucana na USP

Movimentos sociais convocam panfletagem contra a privataria tucana e seu maestro: José Serra

Autografa, Serra!

Movimentos Sociais contra a Privataria Tucana

Amaury Ribeiro Jr no I Encontro de Blogueiros Progressistas da Grande Natal

Joana Gouvea: Acabei de ler A Privataria Tucana, descobri que eram apenas ladrões. Corsários. Piratas. Meliantes.

Cordel da Privataria tucana: “O relato jornalístico Destrói logo a ficção De que político tucano É homem de correção”

Valor Econômico sobre Privataria Tucana: Livro ameaça reabrir CPI inconclusa

Leandro Fortes: O conteúdo de Privataria Tucana é devastador, sobretudo para o ex-governador José Serra

Privataria Tucana: é de arrepiar os cabelos, arregalar os olhos!

Feliz Natal, Serra!

Privataria Tucana: em 11 dias 120 mil exemplares e 1 milhão e 300 mil menções no Google

Barão de Itararé promove o debate “A Privataria Tucana e o Silêncio da Mídia”

Ficção: a crítica interna da Falha à materia de hoje sobre o livro do Amaury Ribeiro Jr.

Até quando o PIG-mor (Globo, Folha, Estadão, Veja) ignorarão Privataria Tucana? A Band deu

TVT entrevista Amaury Ribeiro Jr., autor “Privataria Tucana”

O tucano Floriano Pesaro: Veja é jornalismo, Carta Capital é lixo

Por que verbete “Privataria Tucana” está em discussão pra ser eliminado da Wikipedia?

No G1: Cadê a Privataria tucana? O gato comeu

Amaury Ribeiro Júnior em entrevista: vou mostrar que a imprensa que me ataca é sócia de Daniel Dantas

TV aberta da Record não ignorou Privataria Tucana

Amaury Ribeiro Jr, autor de Privataria Tucana esntrevistado por PH Amorim

CPI para investigar Privataria Tucana sai ou não sai? Duvide-o-dó

Venício Lima sobre mídia e privataria tucana: Grande mídia tem moralidade seletiva

Desde sexta-feira com a chegada de Privataria Tucana ouve-se estrondoso silêncio na velha mídia

Record News não ignorou “Privataria tucana”, PSDB continua na moita

Como a mídia velha cobriu o lançamento do livro “Privataria Tucana”

_______________
Publicidade
//
//


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum