quarta-feira, 28 out 2020
Publicidade

Tarcízio Silva rebate matéria do Estadão sobre formação de mestres e doutores

Estadão faz uma matéria sobre concentração de mestres e doutores em São Paulo.

Claro que São Paulo (estado e cidade) formarão mais tudo. A título de exemplo, cidade de São Paulo é a que mais tem graduandos pelo Prouni,  apesar de ser a cidade mais rica do país e de ter a maior universidade pública brasileira e mais uma universidade federal.

Além de ser uma questão histórica (investimentos concentrados no estado e abandono das demais regiões) é uma questão de densidade demográfica, Estadão! Mas desde o governo Lula tem havido esforços de interiorização da universidade por todo o Brasil com bons resultados.

Abaixo, Tarcízio levanta outras questões na análise dos números pelo Estadão.

Por Tarcízio Silva em seu Facebook

Outra matéria cretina do O Estado de S. Paulo . Ao comentar sobre o aumento de mestres e doutores formados de 13.219 em 1996 para 55.047 em 2011, diz que “O crescimento foi impulsionado, em grande parte, pela maior oferta de cursos de mestrado em instituições de ensino particulares. ”

Só que as particulares fizeram 13,3% dos titulados, em 1996, para 22,4%, em 2009. Digamos que continuaram o crescimento e em 2011 chegaram a 25% (estamos sendo bondosos…)

Isto significa que em 1996 foram 13.219 mestres e doutores:
1.758 Particulares
11.461 Federais, Estaduais e afins

Em 2011 foram mais ou menos:
13.761 Particulares
41.286 Federais, Estaduais e afins

Sério, Estadão? Relativamente o crescimento das particulares realmente foi muito excepcional, porque formavam muito pouco. Mas em termos absolutos as federais e estaduais dominam e cresceram 260%. Que tal comentar o salto absurdo que a educação universitária e, principalmente, a pós-graduação pública brasileira deu nos últimos anos?

Fontes: SP forma mais de 30% dos mestres e doutores brasileiros e CGEE Centro de Gestão de Estudos Estratégicos

Maria Frô
Maria Frô
Historiadora, pedagoga, educadora, formadora, blogueira, autora de coleções didáticas e séries para a televisão.