o colunista

por Cleber Lourenço

24 de julho de 2019, 23h21

Suposto hacker de Araraquara ofereceu material exclusivo para tuiteira de esquerda

Internauta diz que suposto hacker preso pela Polícia Federal, acusado de invadir celular de Sergio Moro e procuradores da Lava Jato, a procurou pelo Instagram passando um número de WhatsApp dos EUA

Uma internauta que por receio de represálias preferiu não ser identificada pelo seu nome completo (chamaremos ela de Isa) relatou à Fórum que Walter Delgatti Neto, o “Vermelho”, a procurou no dia 30 de junho afirmando ter material exclusivo de conversas entre autoridades da Lava Jato que ainda seriam publicadas no The Intercept. A internauta repassou os prints da conversa para a Fórum.

O primeiro contato de Delgatti se deu pelo Instagram. Na ocasião, afirmou ser estudante de direito e amigo de Glenn Greenwald. E pediu que Isa o procurasse pelo WhatsApp para que pudesse passar os tais arquivos de conversas exclusivas e passou a ela um número com código de área dos Estados Unidos.

Nesta conversa, Isa afirma que ele a enviou um print de uma suposta conversa com um dos procuradores da força-tarefa da Lava Jato. Ela não se lembra o nome do procurador e não guardou a mensagem. “Apaguei essa mensagem logo na sequência, porque achei estranho e fiquei com medo.”

Delgatti continuou procurando-a com a mesma conversa em outros dias, o que demonstram os prints enviados por Isa. “Achei estranho e que ele estaria mentindo. Que era história inventada e que ele teria me encontrado no Instagram por causa do meu Twitter, onde sou ativa politicamente, tem o meu link do Insta”, explicou.

Veja também:  Vaza Jato: Procuradores buscavam dados fiscais de suspeitos ao arrepio da lei

Delgatti, aliás, segue vários jornalistas e políticos no Twitter, tanto de direita quanto de esquerda. Na pesquisa realizada, verifiquei que também segue o autor desta nota.

Nesta quarta-feira (24) o advogado de Delgatti alegou que seu cliente tem problemas psiquiátricos, como Adélio Bispo. O que se vier a ser condenado pode lhe garantir uma prisão hospitalar ou domiciliar.

Confira os prints logo abaixo:

 

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum