Mafioso italiano arranca dedo de guarda com a boca e o engole

O homem foi condenado três vezes à prisão perpétua

Reprodução

Giuseppe Fanara, de 60 anos, integrante da máfia italiana Cosa Nostra, está cumprindo prisão perpétua no presídio de Rebibbia, em Roma.

No dia 17 de junho ele cometeu uma atrocidade que lembra o psicopata Hannibal Lecter, vivido por Anthony Hopkins, no filme O Silêncio dos Inocentes (1991).

Mas o caso só veio à tona agora, como informa o diário italiano La Repubblica. A cena é essa: quando os guardas entraram no cárcere onde o homem estava confinado, para uma inspeção de rotina, e eram 7 guardas, Giuseppe partiu pra cima dos seus carcereiros, agarrou um dos funcionários pelo pescoço e, no meio da refrega, ele arrancou o dedo do policial, na mordida, e o mastigou animalescamente.

Fanara ainda pegou um cabo de vassoura e ameaçou espancar os outros guardas: “Vou cortar suas gargantas como porcos”.

Remoção

Fanara foi condenado em 2009 e está sob forte vigilância. Agora, será levado à prisão de segurança máxima de Sassari, na Sardenha, e vai responder por mais essa ocorrência. Porém, não se pode aumentar uma pena de quem pegou prisão perpétua. Aliás, Fanara está cumprindo uma pena de três prisões perpétuas pelo assassinato de dois irmãos que serviam à máfia e a mais três outros assassinatos.

Giuseppe Fanara, mesmo preso, não para de criminar.

Este post foi modificado pela última vez em 9 set 2020 - 21:42 21:42

Lelê Teles: Formado pela Universidade de Brasília, Lelê Teles é jornalista, roteirista e publicitário. É roteirista do programa Estação Periferia (TV Brasil) e da série De Quebrada em Quebrada (Prodav 09). Sua novela, Lagoas, foi premiada na Primeira Bienal de Cultura da UNE. Discípulo do Mestre Cafuna, prega o cafunismo, que é um lenitivo para a midiotia e cura para os midiotas.