escrevinhador

por Rodrigo Vianna

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de agosto de 2011, 11h16

Governo inglês, protestos e as redes sociais

Do Opera Mundi: Dois ingleses foram condenados a quatro anos de prisão em Chester, no Reino Unido, por postarem mensagens no Facebook incentivando seus amigos a participarem dos distúrbios na Inglaterra. As informações são do jornal inglês The Guardian. As duas condenações ocorrem no momento em que advogados de defesa e grupos de direitos civis vem criticando a "desproporção" de sentenças impostas a alguns manifestantes. Ao menos 1,3 mil suspeitos de participação nos distúrbios serão julgados.

Dois jovens ingleses são condenados a quatro anos por convocarem distúrbios no Facebook
Do Opera Mundi

Dois ingleses foram condenados a quatro anos de prisão em Chester, no Reino Unido, por postarem mensagens no Facebook incentivando seus amigos a participarem dos distúrbios na Inglaterra. As informações são do jornal inglês The Guardian.

O primeiro deles, Jordan Blackshaw, de 20 anos, criou um evento na rede social chamado “Quebra-quebra em Northwich Town” na noite de 8 de agosto. Entretanto, ninguém compareceu ao encontro – com a exceção de policiais, que descobriram sua intenção ao monitorarem as páginas do site. O jovem acabou preso no local. Ele será encaminhado a uma instituição para jovens infratores.

O juiz Elgan Edwards afirmou, em sua sentença, que “[o ato] aconteceu num momento em que uma insanidade coletiva atingia o país. (…) Sua conduta foi vergonhosa e o título da mensagem que postou no Facebook é arrepiante”.

Perry Sutcliffe, de 22 anos, usou a sua conta no Facebook em 9 de agosto para criar a página “Protestos de Warrington”, nome de sua cidade. O jovem removeu a página e pediu desculpas, dizendo que era tudo uma piada. Nenhum protesto chegou a ser organizado.

Stucliffe, segundo o mesmo juiz, ao contrário do outro condenado, “causou pânico real” e “mobilizou um grande número de recursos policiais em Warrington”.

As duas condenações ocorrem no momento em que advogados de defesa e grupos de direitos civis vem criticando a “desproporção” de sentenças impostas a alguns manifestantes. Ao menos 1,3 mil suspeitos de participação nos distúrbios serão julgados.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum