sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Prisão de ativistas marca homenagem à Globo na Câmara

Do Escrevinhador

Um grupo de militantes de organizações de juventude e do movimento de democratização da comunicação foi reprimido pela Polícia Legislativa, em sessão solene em homenagem aos 50 anos da Rede Globo, na Câmara dos Deputados, na manhã desta terça-feira.

Três ativistas tentaram estender uma faixa no auditório com a frase “A verdade é dura, a Globo apoiou a ditadura”, quando foram detidos pela Policia Legislativa. Depois da sessão, foram liberados.

O deputados Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) e Rômulo Gouveia (PSD-PB) propuseram o evento, que foi convocado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

A “descomemoração” dos 50 anos da Globo cresce em todo país. Já tem protestos marcados contra a Globo em São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná em 26 de abril, dia do aniversário da emissora.

Cunha comanda com mão de ferro a Polícia Legislativa, que reprimiu na semana passada sindicalistas que protestavam contra a aprovação da PL das Terceirizações.

Abaixo, veja vídeo do perfil do Facebook Comunicadores pelo Brasil do momento do protesto dos ativistas:


Veja vídeo enviado por Jefferson Lima da prisão de Pedro Rafael, do Fórum Nacional de Democratização da Comunicação: