Segunda Tela

16 de junho de 2019, 06h15

Ex-heróis: Zorra Total, da Globo, faz paródia com Moro e Dallagnol, e viraliza nas redes

A música João e Maria, de Chico Buarque, foi a base do ataque mais duro à dupla Moro e Dallagnol

O pior momento para a estratégia de defesa de Sergio Moro e Deltan Dallagnol talvez tenha se dado na noite de ontem. O Zorra Total, um dos programas humorísticos mais populares da Rede Globo e cuja principal audiência é a classe C, D e E, utilizou a música João e Maria, de Chico Buarque, como base de uma paródia para contar a história dos vazamentos do The Intercept.

O ator que interpreta Moro aparece sentado em uma mesa com cara triste e inicia sua cantoria abrindo um álbum no qual aparece a foto de um super homem.

“Eu antes era herói e dava até palestra em inglês. O pai dos três playboys me nomeou só pra agradar vocês.”

E segue com a paródia até que um outro ator representando Dallagnol entra em cena e os dois passam a se lamentar juntos. “Não, não chore não, porque vazaram o nosso segredo” é a sua primeira frase.

Ao final, o balão de super homem de Moro se esvazia, deixando claro que ele se se tornou ex-herói.

A paródia com crítica clara à dupla Moro e Dallagnol além de levar o tema a setores mais amplos da população também joga por terra a blindagem do jornalismo da emissora que até o momento estava dando mais destaque a buscar quem vazou do que ao conteúdo do vazamento em si.

O Zorra Total de ontem pode ter sido a senha de que há limite para a Globo ficar na defesa de Moro e Dallagnol. Enquanto Moro anunciava sua ida ao Ratinho para uma entrevista, a Globo o desmoralizava no seu principal programa popular.

Assista ao vídeo.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum