Segunda Tela

Fórumcast, o podcast da Fórum
11 de abril de 2018, 20h42

Marcelo Adnet, mais uma vez, alopra coxinhas em novo clipe

O humorista transformou a música "Realce", de Gilberto Gil, em "Reaça", e ironizou aqueles que pedem a volta da ditadura militar ou apoiam projetos como o "escola sem partido". Assista

O humorista transformou a música “Realce”, de Gilberto Gil, em “Reaça”, e ironizou aqueles que pedem a volta da ditadura militar ou apoiam projetos como o “escola sem partido”. Assista

Por Redação

O humorista Marcelo Adnet, que em várias ocasiões ironizou os chamados “coxinhas”, voltou a ironizar essa parcela da direita brasileira com um novo clipe lançado esta semana em seu programa “Tá no ar”, na Globo.

Desta vez, Adnet transformou a música “Realce”, de Gilberto Gil, em “Reaça (não seja)”. Na letra, o humorista ironiza aqueles que apoiam a volta da ditadura militar ou que defendem projetos como o “escola sem partido”. No clipe, o ator usa imagens de manifestações da direita com pessoas vestindo camisetas da CBF e também da sessão na Câmara que aprovou o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff.

Confira, abaixo, a letra e, na sequência, assista ao clipe.

Raça humana

Reaça

Como é que pode

Quer que a ditadura volte

Mas de certo se arrependerá

Vai ter censura

Até no seu textão do face

E você mesmo pode se ferrar

Reaça, reaça

Se a liberdade termina é pior

Reaça, reaça

Vê um corpo desnudo

E acha um insulto

Para a família brasileira

Reaça

Não seja reaça

Reaça

Não seja reaça

Não faz sentido

Ter escola sem partido

Se o debate é parte de ensinar

Já é futuro

Homem pode ter marido

E a mulher se empoderará

Reaça, reaça

Quanto mais melanina melhor

Reaça, reaça

Quero todos inclusos

Com cota, com tudo

Quero igualdade de direitos

Reaça

Não seja reaça

Reaça

Não seja reaça

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum