sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Presidente da TV Brasil compara demissão de Leda Nagle a um “show”

Laerte Rimoli ainda reclamou dos protestos feitos em solidariedade à apresentadora, que comandava o programa “Sem Censura” há duas décadas

Por Redação

O presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), responsável pela TV Brasil, Laerte Rimoli, usou sua conta pessoal no Facebook para comentar a demissão da jornalista Leda Nagle. A apresentadora deixou o programa “Sem Censura” na última quarta-feira (7), depois de 21 anos, e o caso ganhou ampla repercussão em todo o país. Ele alegou que a empresa não poderia manter o contrato da jornalista em 2017 por questões financeiras.

No texto, publicado na rede social com o título “O Show da Leda Nagle”, ele ironiza os protestos feitos em solidariedade à apresentadora. “É comovente ver a reação dos amigos, jornalistas, artistas que a apoiam. Cegamente, sem ter informações do outro lado (regra básica do bom jornalismo). Torço, do fundo d’alma, para que Leda Nagle encontre seu rumo”, escreveu.

Na internet, o ator Alexandre Nero criticou a decisão: “O programa chama-se ‘SEM CENSURA’ e depois de 20 anos, saiu da grade da TV BRASIL. Irônico né?. A atriz Taís Araújo fez coro com o colega: “Um dos melhores programas de entrevista do país, comandado com tanta competência, não pode acabar assim!”. “O ‘Sem Censura’ não pode acabar. Um programa essencial pra cultura!! Vamos replicar #ficaledanagle”, postou a humorista Ingrid Grimarães.

Segunda Tela
Segunda Telahttps://revistaforum.com.br/segundatela
Espaço para discutir a cultura em tempos de multiconexão. Cinema, música, teatro, TV, internet e mais.