Segunda Tela

12 de janeiro de 2018, 20h26

Treta na extrema direita: Sheherazade rompe com Bolsonaro e seus eleitores

A principal defensora das ideias de Bolsonaro na imprensa surpreendeu seus seguidores ao expulsar os “bolsominions” de seu perfil e começar a postar matérias críticas ao deputado federal

Por Redação

A extrema direita brasileira está rachada. Dois de seus principais expoentes já não têm apoio mútuo: nos últimos dias, a jornalista Rachel Sheherazade vem declarando sua ruptura com o presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e expulsando “bolsominions” de seu perfil.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

“Convido os seguidores de Bolsonaro, Lula ou quaisquer outros ‘messias’ a desfazerem amizade e deixar minha página limpa. De nada!”, postou, inaugurando uma sequência de posts críticos à Bolsonaro e seus seguidores.

“Em homenagem aos bolsominions que insistem em seguir minha página, todos os dias publicarei matérias sobre seu malvado favorito!”, escreveu em outra publicação.

A mudança de postura da jornalista surpreendeu seus seguidores, que ficaram revoltados. Isso se deve ao fato de que grande parte daqueles que apoiam a jornalista são os mesmos que apoiam Bolsonaro. Por anos, Sheherazade ganhou holofotes por declarações polêmicas que vão de encontro com as ideias defendidas pelo presidenciável, como a que prega que “bandido bom é bandido morto” ou que o PT estaria tentando implantar o comunismo no Brasil.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum