Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de dezembro de 2017, 16h54

Após pedir telefone de torcedora de 15 anos ao vivo, repórter da Fox Sports se desculpa

Durante a transmissão de Grêmio x Pachuca, pelo Mundial de Clubes, Vagner Martins pediu o WhatsApp de uma jovem que estava assistindo à partida.

Durante a transmissão de Grêmio x Pachuca, pelo Mundial de Clubes, Vagner Martins pediu o WhatsApp de uma jovem que estava assistindo à partida.

Da Redação*

A cobertura da partida do Mundial de Clubes, em que o Grêmio de Porto Alegre (RS) venceu o clube mexicano Pachuca por 1 a 0, pelo canal pago Fox Sports, foi marcada por uma polêmica. Quando estava ao vivo, no Programa Fox Rádio, o repórter Vagner Martins pediu o número de celular de uma torcedora que disse ter 15 anos de idade.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

Ao abordar um grupo de adolescentes gremistas durante uma entrada ao vivo no pré-jogo, ele perguntou nome e idade de uma delas. Assim que ouviu a resposta, ele emendou: “Qual é o teu WhatsApp? Não, tô brincando”. Ao final da entrevista, ele também pede para que a jovem mande um beijo para o apresentador Benjamin Back. “É isso aí, Benja, tá com moral com a mulherada aqui. Quase que sujou a minha barra“, completou.

O episódio rendeu várias críticas no Twitter após uma publicação do Dibradoras, site dedicado à cobertura de esporte. Horas após a postagem, o próprio Vagner Martins pediu desculpas e classificou o episódio como “uma brincadeira dentro de um programa descontraído“.
“Oi, gurias! Talvez eu tenha exagerado, mesmo! Vocês têm o meu maior respeito! Foi uma brincadeira dentro de um programa descontraído como é o Fox Rádio. Ainda assim, assumo que passei do ponto! Peço desculpas públicas a quem se sentiu ofendida!”, publicou o repórter.

*Com informações do UOL e do Diário do Centro do Mundo

Foto: Instagram/Vagner Martins

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum