quarta-feira, 30 set 2020
Publicidade

Bolsonaristas intimidam com motosserra ligada e censuram outdoor contra Bolsonaro no MS

Outdoors de apoio ao presidente, no entanto, nunca receberam qualquer tipo de represália de fazendeiros locais; assista

Um grupo de bolsonaristas, que seriam fazendeiros de São Gabriel do Oeste, no Mato Grosso do Sul, usou uma motosserra ligada na tarde desta terça-feira (15) para intimidar os responsáveis e censurar um outdoor com uma mensagem crítica ao presidente Jair Bolsonaro na cidade.

A cena foi flagrada e divulgada nas redes sociais pela jornalista e agricultora familiar July Portioli. “Se não tiver violência não é bolsonarista. Foi assim que um outdoor foi censurado hoje em São Gabriel do Oeste no MS, conhecida como a capital da suinocultura. A democracia está no fim”, escreveu em seu Twitter, junto ao vídeo que mostra o momento em que o outdoor é coberto com uma lona preta enquanto um homem monitora a ação com uma motosserra ligada.

Ao site Congresso em Foco, o dono do outdoor, identificado como Passo Longo, informou que um advogado contratou o aluguel do espaço com pagamento adiantado, sem revelar qual seria a mensagem. Após a ameaça e intimidação dos fazendeiros, o homem cedeu e a estrutura foi coberta.

O outdoor censurado trazia a pergunta que um jornalista fez a Jair Bolsonaro, em agosto, e que irritou o presidente, a ponto do capitão da reserva ameaçar “encher” a boca do repórter de “porrada”. “São Gabriel quer saber por que foi depositado 89 mil na conta da sua mulher”, dizia a mensagem no outdoor, junto a uma foto do presidente e a frase “Fora Bolsonaro”.

A intimidação, no entanto, só se deu com relação ao outdoor contra Bolsonaro. Isso porque há, na cidade, um outro outdoor de apoio ao presidente, e este último não sofreu, até agora, nenhum tipo de represália.

Ivan Longo
Ivan Longo
Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.