Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
18 de fevereiro de 2020, 14h42

Caminhoneiros fazem protesto em frente ao STF e ameaçam greve nacional por piso mínimo do frete

"É preciso que todas as forças progressistas e democráticas deste país defendam o direito de greve dos petroleiros e caminhoneiros que estão em luta”, afirma em nota a CNTTL

Protesto de caminhoneiros no STF (Reprodução/Facebook)

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte e Logística (CNTTL) apoia o movimento de caminhoneiros que fizeram um protesto em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (18) contra a decisão da corte de deixar fora da pauta há um ano e meio o tabelamento estipulando um piso mínimo do frete rodoviário.

“Esses caminhoneiros têm lutado pelo seu sustento e têm buscado o melhor frete, par dar dignidade a sua família. Hoje estamos à mercê do STF que há mais de dois anos não julga a ação constitucionalidade, movida por aqueles que exploram o frete (CNI e CNA)”, disse, em nota a associação dos caminhoneiros, referindo-se à Confederação Nacional da Indústria e à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil.

O caminhoneiro autônomo no Rio Grande do Sul, Carlos Alberto Litti Dahmer, diretor da CNTTL está na BR 040, em Luiziana (Goiás).

Dahmer também repudiou a prisão do líder caminhoneiro Alexsandro Viviani, o Italiano, na greve dos no Porto de Santos e anunciou apoio aos petroleiros.

“O Sindicato e os trabalhadores estão pacificamente protestando e faziam o trabalho de convencimento para que os colegas de trabalho aderissem à paralisação que reivindica a aprovação da constitucionalidade do Piso Mínimo de Frete pelo STF . É preciso que todas as forças progressistas e democráticas deste país defendam o direito de greve dos petroleiros e caminhoneiros que estão em luta”, afirmou na nota.

???A mobilização nacional dos Caminhoneiros pelo Brasil continua forte nesta terça-feira (18) e irá até essa…

Posted by CNTTL on Tuesday, February 18, 2020

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum