Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
30 de dezembro de 2019, 07h15

Datafolha: Para combater violência, 57% prefere investimento em área social do que em polícia

Maioria da população contraria opinião de Jair Bolsonaro e acredita que violência se combate com educação e emprego

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

A nova pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (30) revelou que maioria da população contraria a opinião do governo de Jair Bolsonaro e acredita que violência se combate com investimento em áreas sociais, e não especificamente com segurança.

Portanto, para 57% dos entrevistados, é mais importante investir na melhoria da educação e na criação de empregos, por exemplo, do que em policiais. O investimento em polícia é mais importante para 41% e outros 2% responderam que não sabem.

A pesquisa também mostra que a preferência por investimento em áreas sociais se destaca até mesmo entre quem apoia o presidente Jair Bolsonaro, que se elegeu com um discurso de endurecimento da segurança pública e porte de armas. Dessa forma, entre os que avaliam o governo com ótimo ou bom, 51% acreditam que se deve investir mais nas áreas sociais, e 47% acreditam que a verba deve ser destinada aos policiais.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, a socióloga Samira Bueno, diretora do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, afirma que a pesquisa mostra que “há uma consciência de que a desigualdade está diretamente vinculada à violência”.

“Não à toa, os territórios que concentram os maiores índices de violência são os de maior vulnerabilidade social”, conta.

Medo

A pesquisa Datafolha mostra também que 72% da população brasileira tem medo de andar na rua depois que anoitece. Do total, 50% afirmou ter muito medo, e 22% disse ter um pouco de medo. O índice é maior entre mulheres, em que 79% dizem temer andar à noite. Entre os homens, esse índice é de 63%.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum