Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de março de 2020, 18h29

Diretor do Giraffas perde posto após dizer que funcionários deveriam ter “medo” de perder emprego

O anúncio foi feito pelo pai do executivo, fundador da rede de restaurantes

Reprodução

O executivo Alexandre Guerra, acionista da rede Giraffas e filho do fundador da empresa, foi afastado do Conselho de Administração nesta quarta-feira após gerar polêmica nas redes por dizer que os empregados devem ter medo de perder o posto em meio à pandemia do novo coronavírus. 

“Alexandre Guerra é meu filho e fez gravações de vídeos que nós não concordamos e pedimos que não fossem conectadas ou vinculadas ao Giraffas. Infelizmente, por motivos óbvios, isso aconteceu”, declarou Carlos Guerra, CEO e fundador do Giraffas.

Alexandre disse que os funcionários que estão atuando em home office deveriam ter medo de perder o emprego e chamou o isolamento social de “descanso forçado” que atrapalha a economia.

Para “evitar esse tipo de vínculo” das ideias do filho com a empresa, Carlos fez o seguinte anúncio: “Alexandre deixe de ser acionista da empresa e deixe o cargo de membro do conselho de administração”.

Confira o vídeo publicado no Correio Braziliense


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags