Elba Ramalho sugere que comunistas estão “por trás” da pandemia para destruir cristãos

"É muito mais coisa por trás dessa pandemia e que vem ainda com o intuito de nos destruir. Nós somos o incômodo, o calo dos comunistas", disparou a cantora paraibana em live que vem circulando nas redes

A cantora paraibana Elba Ramalho voltou a ser alvo de holofotes, nesta terça-feira (5), ao encampar uma teoria conspiratória que sugere um plano de “comunistas” por trás da pandemia do coronavírus.

Um vídeo de uma live que começou a circular nas redes sociais mostra a artista dizendo os cristãos são o “calo” dos comunistas ao falar sobre a doença que já matou quase 200 mil pessoas no Brasil.

“Mas tudo bem, estamos aqui, cristãos, sobrevivendo. E vamos sobreviver a essa turbulência que a humanidade está atravessando. Para muitas pessoas é apenas uma pandemia, para nós, o senhor sabe e eu sei, é muito mais coisa por trás dessa pandemia e que vem ainda com o intuito de nos destruir. Nós somos o incômodo, o calo dos comunistas. Somos nós cristãos, mas nós somos também a resistência e vamos permanecer fiéis, porque Deus vai nos proteger”, disparou a cantora. A data em que o vídeo foi gravado ainda é desconhecida.

Assista.

Outra polêmica

Na semana passada, Elba Ramalho se viu no centro de uma polêmica após vir à tona a notícia de que foi realizada uma festa para 700 pessoas em uma casa sua em Trancoso (BA), durante as festas de fim de ano, em meio à pandemia.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Elba revelou que sua casa estava alugada de 25 de dezembro até 4 de janeiro. Durante o período, ela ficou hospedada no Club Med de Trancoso.

“As coisas estão superdelicadas, porque realmente me tomaram de bode expiatório desta história. Estou exigindo, agora, que as pessoas que estão lá na casa façam vídeo e assumam a responsabilidade. Vou processar por danos morais, porque estou sendo, vamos dizer assim, entrei no olho do furacão por conta deles. Estive na casa dois dias, fui levar máscara para os funcionários, cheguei a falar com um deles, por favor, ‘vocês não podem fazer eventos’”, afirmou.

Publicidade
Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR