Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de janeiro de 2020, 14h44

“Era a polícia que estava matando”, denuncia tia de irmãos mortos em Goiás

Os irmãos Kaleb e Victor foram mortos dentro de casa na manhã desta terça-feira durante ação da Polícia Militar

Divulgação

Uene Pires de Morais, tia de Kaleb de Paula Araújo, de 18 anos, e Victor de Paula Araújo, de 21 anos, declarou nesta terça-feira (7) que os dois irmãos foram assassinados por ação da Polícia Militar de Goiás. A PM havia informado que foi recebida a tiros na casa onde moravam os jovens, em Trindade (GO).

“Não tinha ninguém mais atirando, era a polícia que estava atirando, era a polícia que estava matando. Isso eu vou testemunhar. A gente quer justiça para esse menino, morreu um inocente, que trabalhava, que estudava. Não é justo a polícia entrar e matar”, disse Uene em entrevista ao jornalista Vitor Santana, do G1.

Os jovens ainda foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados para Unidade de Pronto Atendimento, mas não resistiram.

A Polícia destacou que o mais velho, Victor, tinha diversas passagens pela delegacia. O pai dos dois, Eligar Silva Araújo, confirmou a informação, mas considerou o episódio como “um ato de covardia”. “Eles foram executados com tiros no peito e na nuca. Eu tinha um filho com problema e sempre entregava ele à polícia. Mas é um ato de covardia pegar o mais novo para uma execução no fundo do quintal”, declarou ao G1.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags