terça-feira, 27 out 2020
Publicidade

Feminicídio: Professora é morta a facadas pelo ex-namorado dentro de escola em SC

Um crime de feminicídio chocou a população do bairro do Campeche, em Florianópolis (SC), nesta quarta-feira (19). A professora e diretora da escola estadual básica Januária Teixeira da Rocha, Elenir de Siqueira Fontão, de 49 anos, foi assassinada a facadas pelo ex-namorado dentro da unidade de ensino.

De acordo com a Polícia Civil, o sujeito entrou na escola por volta das 17h, quando Elenir esperava os pais dos último aluno vir buscá-lo. Ela foi surpreendida pelo ex-companheiro no banheiro e morta a facadas. Relatos dão conta de que ela ainda tentou uma luta corporal, mas não resistiu aos ferimentos quando a equipe de emergência chegou.

O autor do crime, por sua vez, foi preso no local. A polícia informa ainda que ele já responde a outros processos por agressão a mulheres.

Familiares de Elenir, que era muito conhecida no bairro, contam que ela já vinha sofrendo ameaças do ex-companheiro. Ele teria, inclusive, ameaçado matar o filho da professora caso eles não reatassem o relacionamento.

À imprensa local, a mãe de uma das alunas da escola contou que, no ano passado, sua filha presenciou o ex-namorado de Elenir na escola fazendo ameaças à professora e dizendo que a mataria caso ela não parasse de trabalhar.

Trata-se do quinto caso de feminicídio em Florianópolis somente este ano.

Ivan Longo
Ivan Longo
Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.