quinta-feira, 24 set 2020
Publicidade

Foragido na Rússia, suspeito de atentado contra Porta dos Fundos é acusado de tráfico de mulheres

Um dos cinco acusados de cometer o atentado contra a produtora do Porta dos Fundos na véspera de Natal, Eduardo Fauzi, que estaria foragido na Rússia, está sendo acusado por uma dançarina de envolvimento com tráfico de mulheres.

Segundo reportagem de Guilherme Amado, na revista Época, agentes da 10ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro estão trabalhando com informações repassadas pela mulher, mas ressaltam que o foco nesse momento é o ataque à produtora e a identificação dos outros quatro suspeitos que participaram da ação contra a produtora.

Segundo reportagem da TV Globo, a polícia do Rio descobriu que Eduardo Fauzi, suspeito ao ataque à produtora do Porta dos Fundos, foi para Moscou, na Rússia.

Fauzi viajou no dia 29 de dezembro para Paris, um dia antes da expedição do mandado de prisão. Imagens mostraram que ele chegou de táxi ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Zona Norte do Rio. A polícia pediu a inclusão do suspeito na lista de procurados da Interpol.

Ainda segundo a polícia, Eduardo Fauzi fez três viagens ao país somente ano passado e tem uma namorada lá. Desta última vez ele embarcou num voo da Air France e a passagem de volta está comprada para o dia 29 de janeiro.
Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.