segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Menino do Guarujá causa comoção ao postar foto de geladeira vazia pro Natal

Luiz Felipe Aparecido, de 12 anos, comoveu as redes sociais ao fazer uma postagem em um grupo de anúncio de vendas do Guarujá (SP) pedindo ajuda para sua família, que estava com a geladeira completamente vazia para o Natal. O caso do menino do Guarujá é mais um que mostra que a preocupação das crianças com a situação dos pais, em meio à crise econômica e ao desemprego, tem se intensificado no governo de Jair Bolsonaro.

“Quem puder ajudar agradeço muito”, foi o que postou o menino junto a uma fotografia da geladeira de casa. A mãe de Luiz Felipe está desempregada e tem convivido com o desespero de ter que lidar com as contas no fim do mês sem ter uma renda. Ela chegou a recorrer a igrejas para conseguir comida para alimentar a família, mas nem sempre conseguia.

“Eu não sabia o que fazer, desempregada, com aluguel para pagar, pensando que poderia faltar algo para os meus filhos. Isso é a coisa mais dolorida para uma mãe. Eu sempre criei o Luiz e seus três irmãos sozinha, o pai deles nos abandonou. Ele viu meu desespero e resolveu tomar uma iniciativa”, contou Mary Crislaine Aparecido ao G1.

A iniciativa do jovem rendeu frutos e diversas pessoas se sensibilizaram com a família e fizeram doações que encheram a despensa da família. “Foi benção de Deus. Ganhamos arroz, feijão, chester, peru e, com certeza, teremos um Natal mais feliz. Foi maravilhoso, ganhamos muita comida! Não há como explicar o quanto estou grata”, disse a mãe.

Cartas de Natal

Se Luiz Felipe recorreu às redes sociais, outras crianças usaram a carta para o Papai Noel para pedir que a situação de seus pais melhore. Em Campina Grande (PB), Eloiza da Silva Souza, de 8 anos, pediu como presente de Natal um botijão de gás para a sua mãe. Já em Cubatão (SP), Matheus Gomes Freire, de 12 anos, pediu que Papai Noel trouxesse um emprego para seu pai.

Postagem feita pelo menino | Reprodução

Alimentos recebidos pela família após rede de solidariedade | Reprodução

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.