Militar do Exército é preso em Niterói após roubar carregamento de picanha de quartel para vender

Soldado foi flagrado por policiais militares, que desconfiaram do peso de seu veículo

Um soldado do Exército foi preso nesta sexta-feira (19), em Niterói (RJ), acusado de roubar um carregamento de carne de um quartel para vender. O carregamento seria de picanha.

O militar é lotado no Grupo de Artilharia em Campanha, no bairro de Jurujuba, e foi abordado por policiais militares próximo à unidade do Exército. Os agentes desconfiaram do peso de seu carro.

Ao ser abordado, segundo o site Plantão em Foco, o soldado se identificou como militar do Exército e disse que havia comprado as carnes. Ele revelou que as desviou do quartel, no entanto, quando os policiais pediram a nota fiscal da compra, revelando ainda que recebeu a ajuda de um cabo da mesma unidade militar.

O homem foi encaminhado à delegacia de Jurujuba e, por ser militar, ficará preso no próprio quartel.

Em nota enviada à reportagem da Fórum, o Comando Militar do Leste informou “que logo após o conhecimento dos fatos, todas as medidas administrativas cabíveis foram tomadas, e um Inquérito Policial Militar (IPM) já foi instaurado para sua completa elucidação”.

“Cabe ressaltar que o Exército Brasileiro não compactua com qualquer tipo de conduta ilícita por parte de seus integrantes, repudiando veementemente atitudes e comportamentos em conflito com a lei, com os valores militares e/ou com a ética castrense”, diz ainda o texto.

*Com informações do Plantão em Foco e BandNews FM

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_