Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de março de 2019, 12h39

Ministério Público e Polícia Federal recomendam afastamento do presidente da Vale

Documento também pede a saída de outros diretores; caso a empresa não aceite, a força-tarefa pode solicitar à Justiça a adoção de medidas mais drásticas, como a prisão das pessoas citadas

Foto: Ricardo Stuckert

O Ministério Público e a Polícia Federal, que investigam o crime cometido em Brumadinho, com o rompimento da barragem na Região Metropolitana de Belo Horizonte, recomendaram à Vale o imediato afastamento de Fabio Schvartsman, presidente da empresa. Além dele, mais três diretores devem sofrer a mesma punição.

O documento contendo a solicitação é assinado por integrantes do Ministério Público Federal, do Ministério Público de Minas Gerais e da Polícia Federal e endereçado ao Conselho de Administração da Vale.

Caso a empresa não aceite as recomendações, a força-tarefa pode pedir à Justiça a adoção de medidas mais drásticas, como a prisão das pessoas citadas no documento.

Nota

A diretoria da Vale, por meio de nota, informou que as recomendações foram encaminhadas ao Conselho de Administração da empresa e serão analisadas pelo colegiado, dentro do prazo estabelecido.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum