Fórumcast, o podcast da Fórum
03 de maio de 2017, 15h09

Movimento Maio Amarelo é lançado em Pernambuco com a presença do jornalista Caco Barcellos

Campanha busca chamar a atenção para o problema da violência no trânsito

Por Pedro de Paula, colaborador da Rede Fórum de Jornalismo

O movimento Maio Amarelo foi lançado em Pernambuco com a presença do jornalista e escritor Caco Barcellos, que ministrou uma palestra sobre violência no trânsito. O evento foi realizado na Universidade Maurício de Nassau (UNINASSAU), no Recife, e foi promovido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

O tema da campanha deste ano é “Minha escolha faz a diferença”. A estreia contou com a presença do Secretário das Cidades, Francisco Papaléo, o presidente do Detran/PE, Charles Ribeiro e do deputado estadual Eduíno Brito (PP), que representou a Assembleia Legislativa do Estado (ALEPE), entre outras personalidades.

Durante o evento, alguns ouvintes se manifestaram contra o governador do estado, Paulo Câmara (PSB), alegando negligência por parte dele em relação à violência no âmbito geral. A reação ocorreu principalmente durante a fala do presidente do Detran, quando afirmou que no governo de Câmara houve diminuição significativa da violência no trânsito. Logo o público entoou vaias.

Ao abrir espaço para perguntas da plateia, o jornalista Caco Barcellos, da TV Globo, passou a ser questionado sobre seus posicionamentos políticos, porém o repórter se esquivou, pedindo para o público se restringir ao assunto da palestra. Ele apresentou vários vídeos sobre o tema, que foram ao ar no programa “Profissão Repórter”.

Por fim, uma jovem perguntou qual seria o salário do deputado Eduíno Brito, sugerindo que a população menos favorecida é esquecida quando é vítima da violência no trânsito, o que não acontece com outros setores da sociedade.

Na ocasião, Caco Barcellos ressaltou a importância do movimento Maio Amarelo. “Toda campanha educativa é maravilhosa, como, ao longo do tempo, ocorreu com o uso do cinto de segurança. Desejo que aconteça o mesmo com o álcool”, frisou.

De acordo com o presidente do Detran, Charles Ribeiro, com as medidas educativas realizadas no trânsito, houve uma diminuição de 20% no índice de violência, diminuindo assim a taxa do seguro DPVAT, que era de R$ 195, caindo para R$ 48.

Mais de 30 mil motoristas foram multados no ano passado por não utilizarem o cinto de segurança em Pernambuco. Ainda segundo o órgão, foram emitidas mais de 1,5 milhão de multas e, neste ano, já chega a 380 mil emissões.

Conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), em 2016, a operação Lei Seca registrou 1.333 situações de uso do álcool ao volante, com 194 crimes. Em 2017, até o dia 30 de abril, cerca de 373 condutores já foram flagrados dirigindo embriagados.

Fotos: Pedro de Paula


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum