No rastro do óleo do Nordeste
22 de julho de 2013, 21h26

Dois Ninjas são presos durante as manifestações e continuam transmitindo de dentro da viatura

Policiais teriam alegado que midialivristas foram presos “por transmitirem a manifestação”

Policiais teriam alegado que midialivristas foram presos “por transmitirem a manifestação”

Por Igor Carvalho

Filipe Peçanha é levado pela Tropa de Choque carioca (Foto: Mídia Ninja)

Durante protestos contra a visita do Papa Francisco, no Rio de Janeiro, o midialivrista Filipe Peçanha, do grupo Ninja (Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação) foi preso. Outro integrante do grupo, ainda não identificado, também foi detido.

Em seu perfil no Facebook, o Ninja informou que os dois integrantes foram “presos pela tropa de choque carioca por transmitir a manifestação.” Ainda de dentro do carro da polícia, Peçanha continuou transmitindo a própria condução à delegacia.

Segundo a Polícia Militar, os dois foram detidos por incitar a violência entre os manifestantes. Além dos Ninjas, outros dois homens foram presos por supostamente assaltarem manifestantes e mais um por desacato. A informação é da PM que disse ter detido, ainda, um homem identificado como Bruno Teles, que teria atirado coquetéis molotov contra policiais.

Ainda de acordo com a PM, três agentes sofreram queimaduras após serem atingidos por coquetéis molotov. Os protestos continuam em frente ao Palácio da Guanabara, em Laranjeiras. O Centro de Operações da Prefeitura do Rio de Janeiro informou que interditou o Largo do Machado, por conta das manifestações.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum